Idosa de 84 anos é morta por causa de um saco de castanhas em Pacajus


Idosa de 84 anos é morta por causa de um saco de castanhas em Pacajus

Quatro homens chegaram à residência e arrombaram a porta. A vítima tentou salvar o filho e acabou sendo executada

Por Rodrigo Cavalcante em Polícia

3 de dezembro de 2012 às 09:37

Há 8 anos

Uma idosa de 84 anos foi assassinada por causa de um saco de castanhas na tarde deste domingo (2), na localidade de Baixa Grande, na Zona Rural de Pacajus, Região Metropolitana de Fortaleza.

Segundo o filho da vítima, Jorge Alexandre dos Santos, de 50 anos, o crime aconteceu em razão de uma denúncia feita por ele à polícia. De acordo com o filho, um homem roubou castanhas que estavam no quintal da casa onde ele vivia com a mãe.

Descontente com a denúncia, o acusado de cometer o roubo voltou ao local acompanhado por mais três homens. Os quatro chegaram à casa em duas motocicletas e arrombaram a porta. A mãe, Rita Benício de Almeida, tentou salvar o filho e acabou sendo executada com uma facada na garganta.

Envolvidos no homicídio

O filho da vítima identificou três envolvidos: Cleudo, Chico Júlio e Cláudio. Segundo ele, Chico Júlio segurou a idosa para que o quarto homem, não identificado, executasse o crime.

Balanço do CPI

O Comando de Policiamento do Interior (CPI) registrou três homicídios no interior do Ceará, nas últimas 24 horas – das 7h de domingo (2) às 7h de segunda-feira (3). Os crimes foram nos municípios de Cariús, Poranga e Pacajus.

Com informações do repórter Abraão Ramos

Publicidade

Dê sua opinião

Idosa de 84 anos é morta por causa de um saco de castanhas em Pacajus

Quatro homens chegaram à residência e arrombaram a porta. A vítima tentou salvar o filho e acabou sendo executada

Por Rodrigo Cavalcante em Polícia

3 de dezembro de 2012 às 09:37

Há 8 anos

Uma idosa de 84 anos foi assassinada por causa de um saco de castanhas na tarde deste domingo (2), na localidade de Baixa Grande, na Zona Rural de Pacajus, Região Metropolitana de Fortaleza.

Segundo o filho da vítima, Jorge Alexandre dos Santos, de 50 anos, o crime aconteceu em razão de uma denúncia feita por ele à polícia. De acordo com o filho, um homem roubou castanhas que estavam no quintal da casa onde ele vivia com a mãe.

Descontente com a denúncia, o acusado de cometer o roubo voltou ao local acompanhado por mais três homens. Os quatro chegaram à casa em duas motocicletas e arrombaram a porta. A mãe, Rita Benício de Almeida, tentou salvar o filho e acabou sendo executada com uma facada na garganta.

Envolvidos no homicídio

O filho da vítima identificou três envolvidos: Cleudo, Chico Júlio e Cláudio. Segundo ele, Chico Júlio segurou a idosa para que o quarto homem, não identificado, executasse o crime.

Balanço do CPI

O Comando de Policiamento do Interior (CPI) registrou três homicídios no interior do Ceará, nas últimas 24 horas – das 7h de domingo (2) às 7h de segunda-feira (3). Os crimes foram nos municípios de Cariús, Poranga e Pacajus.

Com informações do repórter Abraão Ramos