Operação Saque Livre: Polícia Federal cumpre 21 mandados em Fortaleza


Operação Saque Livre: Polícia Federal cumpre 21 mandados em Fortaleza

Participam da operação 60 policiais federais que cumprem 14 mandados de busca e apreensão e 7 mandados de prisão

Por Tribuna do Ceará em Polícia

18 de fevereiro de 2014 às 11:59

Há 6 anos
Policia-Federal-PI1

Polícia Federal deflagra operação no Ceará (FOTO: PF/Virtual Link)

 

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira, 18, a Operação Saque Livre com o objetivo de desarticular quadrilha especializada em fraudes bancárias por meio de saques indevidos em contas correntes de instituições financeiras e empréstimos bancários fraudulentos.

Expedidos pela 11ª Vara da Justiça Federal no Ceará, A PF cumpre 14 mandados de busca e apreensão e 7 mandados de prisão, cumpridos em Fortaleza e Região Metropolitana. Participam da operação 60 policiais federais.

Os presos responderão, na medida de suas participações, pelos crimes contra o sistema financeiro, formação de quadrilha, falsificação e uso de documentos falsos, corrupção ativa e passiva e tráfico de influência.

Publicidade

Dê sua opinião

Operação Saque Livre: Polícia Federal cumpre 21 mandados em Fortaleza

Participam da operação 60 policiais federais que cumprem 14 mandados de busca e apreensão e 7 mandados de prisão

Por Tribuna do Ceará em Polícia

18 de fevereiro de 2014 às 11:59

Há 6 anos
Policia-Federal-PI1

Polícia Federal deflagra operação no Ceará (FOTO: PF/Virtual Link)

 

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira, 18, a Operação Saque Livre com o objetivo de desarticular quadrilha especializada em fraudes bancárias por meio de saques indevidos em contas correntes de instituições financeiras e empréstimos bancários fraudulentos.

Expedidos pela 11ª Vara da Justiça Federal no Ceará, A PF cumpre 14 mandados de busca e apreensão e 7 mandados de prisão, cumpridos em Fortaleza e Região Metropolitana. Participam da operação 60 policiais federais.

Os presos responderão, na medida de suas participações, pelos crimes contra o sistema financeiro, formação de quadrilha, falsificação e uso de documentos falsos, corrupção ativa e passiva e tráfico de influência.