Adolescente morre com tiro na cabeça disparado por policial do Ronda - Noticias


Adolescente morre com tiro na cabeça disparado por policial do Ronda

Major da Polícia Militar classifica ação como desastrosa e infeliz

Por Tribuna do Ceará em Polícia

25 de julho de 2010 às 17:20

Há 9 anos

Curiosos observam pai abraçando o corpo do filho (Foto: repórter Leal Mota Filho)

Atualizada às 18h38

Final de tarde triste para familiares e amigos do adolescente Bruce Cristian de Souza Oliveira, de apenas 14 anos. O estudante morreu com um tiro na cabeça, durante abordagem do Ronda do Quarteirão. A ação aconteceu, neste domingo (25),  entre a avenida Desembargador Moreira com a rua Padre Valdevino, no bairro Dionísio Torres.

Leia ainda:
Opinião: garoto morto e policial que atirou são vítimas do Estado

O pai do adolescente, Francisco das Chagas de Oliveira, conduzia o filho em uma moto com placa de Maracanaú quando, no cruzamento, policiais do Ronda teriam mandado os dois pararem. Francisco, que afirmou não ter ouvido o pedido, seguiu o trajeto.

De acordo com o responsável pelo disparo, soldado Silveira (da 1ª Companhia do 5º Batalhão), como o pedido não foi acatado, ele teria atirado. E detalhe: a bala que deveria ter acertado o pneu da moto,  acabou pegando na cabeça do adolescente – que mesmo usando o capacete  – morreu ainda no local. O projétil entrou na nuca e saiu na testa da vítima, atravessando o capacete.

O policial acusado foi levado para o 2º Distrito Policial, no bairro Meireles, onde presta esclarecimentos sobre o caso. De acordo com o major Valberto Melo da Polícia Militar, o acusado deve responder por homicídio doloso, ou seja, quando há intenção de matar. Valberto classificou a atuação como “desastrosa e infeliz”.

Com informações do repórter Leal Mota Filho. Assista ao vídeo do momento da ação, feito por um morista que trefegava pelo local:

Publicidade

Dê sua opinião

Adolescente morre com tiro na cabeça disparado por policial do Ronda

Major da Polícia Militar classifica ação como desastrosa e infeliz

Por Tribuna do Ceará em Polícia

25 de julho de 2010 às 17:20

Há 9 anos

Curiosos observam pai abraçando o corpo do filho (Foto: repórter Leal Mota Filho)

Atualizada às 18h38

Final de tarde triste para familiares e amigos do adolescente Bruce Cristian de Souza Oliveira, de apenas 14 anos. O estudante morreu com um tiro na cabeça, durante abordagem do Ronda do Quarteirão. A ação aconteceu, neste domingo (25),  entre a avenida Desembargador Moreira com a rua Padre Valdevino, no bairro Dionísio Torres.

Leia ainda:
Opinião: garoto morto e policial que atirou são vítimas do Estado

O pai do adolescente, Francisco das Chagas de Oliveira, conduzia o filho em uma moto com placa de Maracanaú quando, no cruzamento, policiais do Ronda teriam mandado os dois pararem. Francisco, que afirmou não ter ouvido o pedido, seguiu o trajeto.

De acordo com o responsável pelo disparo, soldado Silveira (da 1ª Companhia do 5º Batalhão), como o pedido não foi acatado, ele teria atirado. E detalhe: a bala que deveria ter acertado o pneu da moto,  acabou pegando na cabeça do adolescente – que mesmo usando o capacete  – morreu ainda no local. O projétil entrou na nuca e saiu na testa da vítima, atravessando o capacete.

O policial acusado foi levado para o 2º Distrito Policial, no bairro Meireles, onde presta esclarecimentos sobre o caso. De acordo com o major Valberto Melo da Polícia Militar, o acusado deve responder por homicídio doloso, ou seja, quando há intenção de matar. Valberto classificou a atuação como “desastrosa e infeliz”.

Com informações do repórter Leal Mota Filho. Assista ao vídeo do momento da ação, feito por um morista que trefegava pelo local: