Policial Rodoviário é assassinado durante blitz em Fortaleza


Policial Rodoviário é assassinado durante blitz em Fortaleza

Quatro pessoas acusadas de envolvimento na ação foram presas ao final da operação, na região da Barra do Ceará

Por indexdev em Polícia

8 de fevereiro de 2013 às 07:25

Há 7 anos

Um cabo da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) foi morto durante blitz conjunta da PRE e Detran, no bairro Meireles, em Fortaleza. O crime ocorreu por volta das 21h30 desta quinta-feira (7). Policiais do motopatrulhamento da PRE perseguiram dois homens em uma motocicleta, que furaram o bloqueio policial no cruzamento da Avenida Antônio Sales com Senador Virgílio Távora.

Durante a ação, um dos perseguidos atirou contra o cabo Francisco de Assis Mendes, 43 anos, que foi atingido na cabela por dois tiros. Uma viatura do Ronda do Quarteirão prestou socorro e levou o policial para o Instituto Dr. José Frota (IJF), onde foi encaminhado diretamente para o centro cirúrgico. O cabo não resistiu aos ferimentos.

Após terem baleado o policial, os acusados abandonaram a moto em que vinham, e fugiram a pé. A operação de busca por eles utilizou imagens feitas pelas câmeras de segurança do local onde o crime aconteceu. Quatro pessoas acusadas de envolvimento na ação foram presas na região da Barra do Ceará.

Com informações do repórter Abraão Ramos

Publicidade

Dê sua opinião

Policial Rodoviário é assassinado durante blitz em Fortaleza

Quatro pessoas acusadas de envolvimento na ação foram presas ao final da operação, na região da Barra do Ceará

Por indexdev em Polícia

8 de fevereiro de 2013 às 07:25

Há 7 anos

Um cabo da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) foi morto durante blitz conjunta da PRE e Detran, no bairro Meireles, em Fortaleza. O crime ocorreu por volta das 21h30 desta quinta-feira (7). Policiais do motopatrulhamento da PRE perseguiram dois homens em uma motocicleta, que furaram o bloqueio policial no cruzamento da Avenida Antônio Sales com Senador Virgílio Távora.

Durante a ação, um dos perseguidos atirou contra o cabo Francisco de Assis Mendes, 43 anos, que foi atingido na cabela por dois tiros. Uma viatura do Ronda do Quarteirão prestou socorro e levou o policial para o Instituto Dr. José Frota (IJF), onde foi encaminhado diretamente para o centro cirúrgico. O cabo não resistiu aos ferimentos.

Após terem baleado o policial, os acusados abandonaram a moto em que vinham, e fugiram a pé. A operação de busca por eles utilizou imagens feitas pelas câmeras de segurança do local onde o crime aconteceu. Quatro pessoas acusadas de envolvimento na ação foram presas na região da Barra do Ceará.

Com informações do repórter Abraão Ramos