Câmara de Uruburetama aprova cassação do prefeito afastado

DECISÃO UNÂNIME

Câmara de Uruburetama aprova cassação do prefeito afastado suspeito de abuso sexual

José Hilson de Paiva está preso em uma unidade prisional do Ceará desde julho deste ano. Ele responde por crimes sexuais contra pacientes

Por Tribuna do Ceará em Política

28 de outubro de 2019 às 16:52

Há 7 meses
Câmara aprova por unanimidade a cassação de José Hilson de Paiva (FOTO: Abraão Ramos/TV Jangadeiro)

Câmara aprova por unanimidade a cassação de José Hilson de Paiva (FOTO: Abraão Ramos/TV Jangadeiro)

A Câmara Municipal de Uruburetama aprovou nesta segunda-feira (28) a cassação do prefeito afastado José Hilson de Paiva. Todos os 12 vereadores do município compareceram à sessão e aprovaram, por unanimidade, a cassação. José Hilson é suspeito de abuso sexual.

Após, a votação, o vice-prefeito Artur Wagner Vasconcelos Nery tomou posse do cargo de novo prefeito. Desde o afastamento de José Hilson, em julho, Artur Wagner já assumia a gestão da cidade.

Segundo o vereador Diego Barroso, relator do processo de cassação, a população de Uruburetama está feliz com o resultado do processo. Para o vereador, a expectativa é que a cidade volte a ser conhecida por coisas positivas, como “a terra da banana”, e não como “a terra do terror”.

O parlamentar explicou que o município passa por vários problemas e acredita que mudanças devem acontecer. No entanto, ele pondera que o novo prefeito não “fará milagre” em um ano. “Mudanças vão acontecer na gestão pelo caráter do doutor Artur, uma pessoa íntegra”. O relator também disse apoiar a reeleição do novo prefeito, Artur Wagner.

Em nota, a defesa de José Hilson informou que tomou conhecimento pela imprensa do resultado da sessão extraordinária onde foi votada a cassação do seu cargo de prefeito do Município.

A defesa irá recorrer da decisão à justiça comum, tendo em vista todas as nulidades e irregularidades ocorridas durante o curso do processo administrativo, sobretudo pelo decorrer do prazo decadencial para conclusão do processo, bem como por ter sido notificada em prazo inferior a 24 horas úteis quanto à realização da sessão”.

José Hilson de Paiva está preso na Unidade Prisional Irmã Imelda Lima Pontes, em Aquiraz, Região Metropolitana Fortaleza, desde julho deste ano. Ele responde por crimes sexuais cometidos em pacientes durante consultas ginecológicas, em Uruburetama e no município de Cruz. O médico também filmava as ações com câmeras escondidas.

Depois da repercussão de denúncias, José Hilson foi expulso do partido político (PCdoB), afastado do cargo de prefeito e proibido de exercer a medicina por seis meses.

Publicidade

Dê sua opinião

DECISÃO UNÂNIME

Câmara de Uruburetama aprova cassação do prefeito afastado suspeito de abuso sexual

José Hilson de Paiva está preso em uma unidade prisional do Ceará desde julho deste ano. Ele responde por crimes sexuais contra pacientes

Por Tribuna do Ceará em Política

28 de outubro de 2019 às 16:52

Há 7 meses
Câmara aprova por unanimidade a cassação de José Hilson de Paiva (FOTO: Abraão Ramos/TV Jangadeiro)

Câmara aprova por unanimidade a cassação de José Hilson de Paiva (FOTO: Abraão Ramos/TV Jangadeiro)

A Câmara Municipal de Uruburetama aprovou nesta segunda-feira (28) a cassação do prefeito afastado José Hilson de Paiva. Todos os 12 vereadores do município compareceram à sessão e aprovaram, por unanimidade, a cassação. José Hilson é suspeito de abuso sexual.

Após, a votação, o vice-prefeito Artur Wagner Vasconcelos Nery tomou posse do cargo de novo prefeito. Desde o afastamento de José Hilson, em julho, Artur Wagner já assumia a gestão da cidade.

Segundo o vereador Diego Barroso, relator do processo de cassação, a população de Uruburetama está feliz com o resultado do processo. Para o vereador, a expectativa é que a cidade volte a ser conhecida por coisas positivas, como “a terra da banana”, e não como “a terra do terror”.

O parlamentar explicou que o município passa por vários problemas e acredita que mudanças devem acontecer. No entanto, ele pondera que o novo prefeito não “fará milagre” em um ano. “Mudanças vão acontecer na gestão pelo caráter do doutor Artur, uma pessoa íntegra”. O relator também disse apoiar a reeleição do novo prefeito, Artur Wagner.

Em nota, a defesa de José Hilson informou que tomou conhecimento pela imprensa do resultado da sessão extraordinária onde foi votada a cassação do seu cargo de prefeito do Município.

A defesa irá recorrer da decisão à justiça comum, tendo em vista todas as nulidades e irregularidades ocorridas durante o curso do processo administrativo, sobretudo pelo decorrer do prazo decadencial para conclusão do processo, bem como por ter sido notificada em prazo inferior a 24 horas úteis quanto à realização da sessão”.

José Hilson de Paiva está preso na Unidade Prisional Irmã Imelda Lima Pontes, em Aquiraz, Região Metropolitana Fortaleza, desde julho deste ano. Ele responde por crimes sexuais cometidos em pacientes durante consultas ginecológicas, em Uruburetama e no município de Cruz. O médico também filmava as ações com câmeras escondidas.

Depois da repercussão de denúncias, José Hilson foi expulso do partido político (PCdoB), afastado do cargo de prefeito e proibido de exercer a medicina por seis meses.