DEM e PSDB abandonam Conselho de Ética - Noticias


DEM e PSDB abandonam Conselho de Ética

Os partidos devem propor uma nova forma de escolha dos conselheiros.

Por Tribuna do Ceará em Política

25 de agosto de 2009 às 16:22

Há 10 anos

DEMOSTENES TORRES FOTO DE ANTONIO CRUZ - ABRApós a absolvição do presidente do senado José Sarney (PMDB-AP) no Conselho de Ética, os partidos DEM e PSDB decidiram reagir. Nesta terça-feira, eles decidiram retirar seus representantes – suplentes e titulares – do Conselho. Agora os partidos devem propor uma nova forma de escolha dos conselheiros.

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça, Demóstenes Torres (DEM-GO), afirmou que além de retirar os representantes, o senador ACM Júnior (DEM-BA) apresentará amanhã (26), na reunião do colegiado, um substitutivo do projeto do senador Tião Viana (PT-AC) para re-estruturar a composição do Conselho de Ética. Segundo Demóstenes, a ideia é dar mais equilíbrio na atuação do conselho. Atualmente a composição é feita com base no critério da proporcionalidade partidária.

“Vamos propor que se acabe com esse sistema, no qual, em decorrência do número de parlamentares, um partido tem mais representantes do que os outros [no conselho]”, afirmou Demóstenes Torres. O substitutivo será apresentado pelo senador Antonio Carlos Júnior (DEM-BA), relator do projeto de Viana que propõe a extinção do Conselho de Ética.

Para o presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra, a tarefa agora é discutir as medidas que serão tomadas para re-estruturar o colegiado, afirmou.

Com informações das agências Brasil e Senado

Publicidade

Dê sua opinião

DEM e PSDB abandonam Conselho de Ética

Os partidos devem propor uma nova forma de escolha dos conselheiros.

Por Tribuna do Ceará em Política

25 de agosto de 2009 às 16:22

Há 10 anos

DEMOSTENES TORRES FOTO DE ANTONIO CRUZ - ABRApós a absolvição do presidente do senado José Sarney (PMDB-AP) no Conselho de Ética, os partidos DEM e PSDB decidiram reagir. Nesta terça-feira, eles decidiram retirar seus representantes – suplentes e titulares – do Conselho. Agora os partidos devem propor uma nova forma de escolha dos conselheiros.

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça, Demóstenes Torres (DEM-GO), afirmou que além de retirar os representantes, o senador ACM Júnior (DEM-BA) apresentará amanhã (26), na reunião do colegiado, um substitutivo do projeto do senador Tião Viana (PT-AC) para re-estruturar a composição do Conselho de Ética. Segundo Demóstenes, a ideia é dar mais equilíbrio na atuação do conselho. Atualmente a composição é feita com base no critério da proporcionalidade partidária.

“Vamos propor que se acabe com esse sistema, no qual, em decorrência do número de parlamentares, um partido tem mais representantes do que os outros [no conselho]”, afirmou Demóstenes Torres. O substitutivo será apresentado pelo senador Antonio Carlos Júnior (DEM-BA), relator do projeto de Viana que propõe a extinção do Conselho de Ética.

Para o presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra, a tarefa agora é discutir as medidas que serão tomadas para re-estruturar o colegiado, afirmou.

Com informações das agências Brasil e Senado