Manifestantes se reúnem neste sábado em ato contra decisão do STF

PROTESTOS

Manifestantes se reúnem neste sábado em ato contra decisão do STF

O ex-presidente Lula foi um dos beneficiados pela decisão do Supremo Tribunal Federal que, em julgamento realizado na quinta-feira (7), por 6 votos contra 5, proibiu prisão após condenação em segunda instância

Por Tribuna do Ceará em Política

9 de novembro de 2019 às 09:40

Há 2 semanas
(FOTO: Reuters/ Rodolfo Buhrer/ Agência Brasil)

(FOTO: Reuters/ Rodolfo Buhrer/ Agência Brasil)

Manifestantes participam neste sábado (9) de atos contra a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que proibiu prisão após a condenação em segunda instância. Com a decisão, ocorreu a soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

O protesto ocorrerá na Praça Portugal, na Aldeota, a partir das 16h, e está sendo convocado pelo movimento Vem Pra Rua. Além de Fortaleza, os atos devem ocorrer em, pelo menos, 20 estados.

Decisão

Lula foi beneficiado pela decisão do Supremo Tribunal Federal que, em julgamento realizado na quinta-feira (7), por 6 votos contra 5, proibiu prisão após condenação em segunda instância, o caso de Lula. A maioria dos ministros entendeu que, segundo a Constituição, ninguém pode ser considerado culpado até o trânsito em julgado (fase em que não cabe mais recurso) e que a execução provisória da pena fere o princípio da presunção de inocência.

“Determino, em face das situações já verificadas no curso do processo, que as autoridades públicas e os advogados do réu ajustem os protocolos de segurança para o adequado cumprimento da ordem, evitando-se situações de tumulto e risco à segurança pública”, escreveu o juiz em seu despacho. O ex-presidente estava preso em Curitiba desde abril de 2018, devido à sentença que recebeu no processo do triplex, na Operação Lava-Jato.

Manifestação a favor

Na sexta-feira (8), manifestantes participaram de um bandeiraço no cruzamento das avenidas Antônio Sales com a Rui Barbosa, no Dionísio Torres. Na sede do PT Ceará, a Avenida da Universidade, no bairro Benfica, também houve comemoração.

Publicidade

Dê sua opinião

PROTESTOS

Manifestantes se reúnem neste sábado em ato contra decisão do STF

O ex-presidente Lula foi um dos beneficiados pela decisão do Supremo Tribunal Federal que, em julgamento realizado na quinta-feira (7), por 6 votos contra 5, proibiu prisão após condenação em segunda instância

Por Tribuna do Ceará em Política

9 de novembro de 2019 às 09:40

Há 2 semanas
(FOTO: Reuters/ Rodolfo Buhrer/ Agência Brasil)

(FOTO: Reuters/ Rodolfo Buhrer/ Agência Brasil)

Manifestantes participam neste sábado (9) de atos contra a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que proibiu prisão após a condenação em segunda instância. Com a decisão, ocorreu a soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

O protesto ocorrerá na Praça Portugal, na Aldeota, a partir das 16h, e está sendo convocado pelo movimento Vem Pra Rua. Além de Fortaleza, os atos devem ocorrer em, pelo menos, 20 estados.

Decisão

Lula foi beneficiado pela decisão do Supremo Tribunal Federal que, em julgamento realizado na quinta-feira (7), por 6 votos contra 5, proibiu prisão após condenação em segunda instância, o caso de Lula. A maioria dos ministros entendeu que, segundo a Constituição, ninguém pode ser considerado culpado até o trânsito em julgado (fase em que não cabe mais recurso) e que a execução provisória da pena fere o princípio da presunção de inocência.

“Determino, em face das situações já verificadas no curso do processo, que as autoridades públicas e os advogados do réu ajustem os protocolos de segurança para o adequado cumprimento da ordem, evitando-se situações de tumulto e risco à segurança pública”, escreveu o juiz em seu despacho. O ex-presidente estava preso em Curitiba desde abril de 2018, devido à sentença que recebeu no processo do triplex, na Operação Lava-Jato.

Manifestação a favor

Na sexta-feira (8), manifestantes participaram de um bandeiraço no cruzamento das avenidas Antônio Sales com a Rui Barbosa, no Dionísio Torres. Na sede do PT Ceará, a Avenida da Universidade, no bairro Benfica, também houve comemoração.