Tasso se reúne com ministra da Agricultura para discutir impacto de petróleo no litoral do Nordeste

PREOCUPAÇÃO COM CEARENSES

Tasso se reúne com ministra da Agricultura para discutir impacto de petróleo no litoral do Nordeste

Durante o encontro, o senador demonstrou sua preocupação com a situação dos pescadores nordestinos, em especial dos cearenses

Por Tribuna do Ceará em Política

17 de outubro de 2019 às 08:55

Há 7 meses

Senador Tasso defendeu a antecipação do pagamento do seguro-defeso (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, reuniu-se nesta quarta-feira (16) com senadores do Nordeste para discutir os impactos causados pelo vazamento de petróleo na região.

Durante o encontro, o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) demonstrou sua preocupação com a situação dos pescadores nordestinos, em especial dos cearenses, e defendeu a antecipação do pagamento do seguro-defeso.

Após a reunião, a ministra confirmou que o governo vai antecipar para este mês o pagamento do benefício, que começaria a ser pago apenas em novembro.

Segundo ela, será adiantado para colônias de pescadores que comprovarem o impacto com o vazamento de petróleo e, se necessário, poderá estender o pagamento até o ano que vem.

Publicidade

Dê sua opinião

PREOCUPAÇÃO COM CEARENSES

Tasso se reúne com ministra da Agricultura para discutir impacto de petróleo no litoral do Nordeste

Durante o encontro, o senador demonstrou sua preocupação com a situação dos pescadores nordestinos, em especial dos cearenses

Por Tribuna do Ceará em Política

17 de outubro de 2019 às 08:55

Há 7 meses

Senador Tasso defendeu a antecipação do pagamento do seguro-defeso (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, reuniu-se nesta quarta-feira (16) com senadores do Nordeste para discutir os impactos causados pelo vazamento de petróleo na região.

Durante o encontro, o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) demonstrou sua preocupação com a situação dos pescadores nordestinos, em especial dos cearenses, e defendeu a antecipação do pagamento do seguro-defeso.

Após a reunião, a ministra confirmou que o governo vai antecipar para este mês o pagamento do benefício, que começaria a ser pago apenas em novembro.

Segundo ela, será adiantado para colônias de pescadores que comprovarem o impacto com o vazamento de petróleo e, se necessário, poderá estender o pagamento até o ano que vem.