Confira dicas para escolher alimentos saudáveis na hora de fazer compras

LISTA

Confira dicas para escolher alimentos saudáveis na hora de fazer compras

Um deles é dar preferência aos produtos naturais em detrimento dos industrializados. Esse passo já faz bem à saúde

Por Tribuna do Ceará em Saúde

24 de novembro de 2019 às 06:11

Há 6 meses
frutas

Prefira escolher a alimentação saudável (FOTO: Divulgação)

Alguns pontos devem ser observados quando se vai fazer compras em supermercados. Um deles é dar preferência aos produtos naturais em detrimento dos industrializados. Esse passo já faz bem à saúde.

“É descascar mais e desembalar menos. Alimentos industrializados como pães, macarrão, biscoitos, doces, inflamam muito nosso organismo, e a cronicidade dessa inflamação acaba desencadeando hipertensão, diabetes, obesidade, Alzheimer e até câncer”, aponta o médico André Guanabara, que atua na área de nutrologia.

Uma dica que pode parecer inusitada a princípio, mas que faz todo sentido e na prática toda diferença, é ir ao supermercado já alimentado. “Se as pessoas forem ao supermercado e não estiverem saciadas, se estiverem com fome, acabam querendo comprar coisas que vão dar apenas um prazer momentâneo, como salgadinhos, biscoitos, doces, entre outros. Mas se a pessoa for ao supermercado saciada, será mais equilibrada nas compras, pois não vai rolar a emoção”, ressalta.

Outro ponto que o especialista considera fundamental é fazer uma lista de compras antes de ir ao local, para comprar somente o necessário, dispensando assim compras agregadas sem necessidade.

O médico destaca ainda que por conta de uma crescente conscientização, alguns supermercados, inclusive, já apostam em seções com produtos mais saudáveis. “É onde você consegue comprar alimentos livres de agrotóxicos, sem conservantes industrializados e com mais eficácia dentro de uma dieta mais saudável como grãos e produtos livres de carboidratos refinados”, destaca.

Dicas do especialista em qualidade de vida:

Doces

“Você não é proibido de comer um doce pontualmente, mas se isso for com frequência pode desencadear patologias. A gente é o que a gente come, então, se tivermos uma alimentação saudável, associada a exercícios físicos, e melhorarmos nosso sono, consequentemente teremos uma vida mais saudável”.

“Uma alimentação rica em carboidratos e açúcares refinados não tem muitos nutrientes e acaba baixando a produção dos nossos hormônios, por isso é necessário ter uma alimentação equilibrada. Por exemplo, os hormônios da tireoide precisam de zinco, selênio, e se há falta deles na alimentação, acaba ocorrendo queda de cabelo, unhas quebradiças, dificuldade em emagrecer, queda no metabolismo, daí a necessidade de equilibrar todos os nutrientes para se ter uma vida mais longeva. Ressalte-se que o açúcar branco é ruim. O que é menos ruim? O açúcar demerara. Mas ele também causa patologia se for consumido em abundância, gerando doenças também”.

Pão

“Se quiser comer pão uma vez ou outra, não tem problema, mas comer muito pão, não. O carboidrato refinado do pão acaba te inflamando e gerando patologias. Se você comer muito pão ou industrializados, pode ter a dibiose intestinal, que é o desequilíbrio das bactérias boas e ruins do nosso intestino, o que incorrer em ansiedade, agressividade e depressão. Os carboidratos refinados, ou seja, pães e macarrão, podem ser facilmente substituído pelo cuscuz, tapioca com linhaça, que também são carboidratos, mas são completos. É só trocar”.

Sucos de frutas

“Os sucos indicados são de limão ou maracujá, pois possuem uma concentração menor de frutose, inflamam um pouco menos”.

O custo de comer melhor

“Nem sempre uma alimentação saudável é a mais cara. É mais caro comer frutas e verduras ou, no futuro, ter que comprar medicamentos para tratar uma patologia que poderia ter sido evitado com uma alimentação saudável? Hoje a moda é comer tudo orgânico, mas se você não consegue ter tudo orgânico, é melhor preferir o natural ao embalado, industrializado. Mas em se tratando de produtos industrializados, alguns supermercados hoje possuem seções de alimentos industrializados mais saudáveis. Sugiro, por exemplo, as barrinhas de castanha que são prensadas e alguns pães que são de farinha de linhaça, pois a farinha refinada é ruim, ou até mesmo a própria castanha que já é comercializada em bons supermercados”.

A alimentação de pessoas idosas

“Na verdade, temos que ter preocupação com a alimentação desde cedo, mas os idosos precisam redobrar os cuidados. Quanto mais a alimentação for antioxidante, melhor para o paciente, que vai ter mais radicais livres e menos inflamação no corpo. Alimentos como brócolis e kiwi, por exemplo, são ricos em vitamina C”.

Publicidade

Dê sua opinião

LISTA

Confira dicas para escolher alimentos saudáveis na hora de fazer compras

Um deles é dar preferência aos produtos naturais em detrimento dos industrializados. Esse passo já faz bem à saúde

Por Tribuna do Ceará em Saúde

24 de novembro de 2019 às 06:11

Há 6 meses
frutas

Prefira escolher a alimentação saudável (FOTO: Divulgação)

Alguns pontos devem ser observados quando se vai fazer compras em supermercados. Um deles é dar preferência aos produtos naturais em detrimento dos industrializados. Esse passo já faz bem à saúde.

“É descascar mais e desembalar menos. Alimentos industrializados como pães, macarrão, biscoitos, doces, inflamam muito nosso organismo, e a cronicidade dessa inflamação acaba desencadeando hipertensão, diabetes, obesidade, Alzheimer e até câncer”, aponta o médico André Guanabara, que atua na área de nutrologia.

Uma dica que pode parecer inusitada a princípio, mas que faz todo sentido e na prática toda diferença, é ir ao supermercado já alimentado. “Se as pessoas forem ao supermercado e não estiverem saciadas, se estiverem com fome, acabam querendo comprar coisas que vão dar apenas um prazer momentâneo, como salgadinhos, biscoitos, doces, entre outros. Mas se a pessoa for ao supermercado saciada, será mais equilibrada nas compras, pois não vai rolar a emoção”, ressalta.

Outro ponto que o especialista considera fundamental é fazer uma lista de compras antes de ir ao local, para comprar somente o necessário, dispensando assim compras agregadas sem necessidade.

O médico destaca ainda que por conta de uma crescente conscientização, alguns supermercados, inclusive, já apostam em seções com produtos mais saudáveis. “É onde você consegue comprar alimentos livres de agrotóxicos, sem conservantes industrializados e com mais eficácia dentro de uma dieta mais saudável como grãos e produtos livres de carboidratos refinados”, destaca.

Dicas do especialista em qualidade de vida:

Doces

“Você não é proibido de comer um doce pontualmente, mas se isso for com frequência pode desencadear patologias. A gente é o que a gente come, então, se tivermos uma alimentação saudável, associada a exercícios físicos, e melhorarmos nosso sono, consequentemente teremos uma vida mais saudável”.

“Uma alimentação rica em carboidratos e açúcares refinados não tem muitos nutrientes e acaba baixando a produção dos nossos hormônios, por isso é necessário ter uma alimentação equilibrada. Por exemplo, os hormônios da tireoide precisam de zinco, selênio, e se há falta deles na alimentação, acaba ocorrendo queda de cabelo, unhas quebradiças, dificuldade em emagrecer, queda no metabolismo, daí a necessidade de equilibrar todos os nutrientes para se ter uma vida mais longeva. Ressalte-se que o açúcar branco é ruim. O que é menos ruim? O açúcar demerara. Mas ele também causa patologia se for consumido em abundância, gerando doenças também”.

Pão

“Se quiser comer pão uma vez ou outra, não tem problema, mas comer muito pão, não. O carboidrato refinado do pão acaba te inflamando e gerando patologias. Se você comer muito pão ou industrializados, pode ter a dibiose intestinal, que é o desequilíbrio das bactérias boas e ruins do nosso intestino, o que incorrer em ansiedade, agressividade e depressão. Os carboidratos refinados, ou seja, pães e macarrão, podem ser facilmente substituído pelo cuscuz, tapioca com linhaça, que também são carboidratos, mas são completos. É só trocar”.

Sucos de frutas

“Os sucos indicados são de limão ou maracujá, pois possuem uma concentração menor de frutose, inflamam um pouco menos”.

O custo de comer melhor

“Nem sempre uma alimentação saudável é a mais cara. É mais caro comer frutas e verduras ou, no futuro, ter que comprar medicamentos para tratar uma patologia que poderia ter sido evitado com uma alimentação saudável? Hoje a moda é comer tudo orgânico, mas se você não consegue ter tudo orgânico, é melhor preferir o natural ao embalado, industrializado. Mas em se tratando de produtos industrializados, alguns supermercados hoje possuem seções de alimentos industrializados mais saudáveis. Sugiro, por exemplo, as barrinhas de castanha que são prensadas e alguns pães que são de farinha de linhaça, pois a farinha refinada é ruim, ou até mesmo a própria castanha que já é comercializada em bons supermercados”.

A alimentação de pessoas idosas

“Na verdade, temos que ter preocupação com a alimentação desde cedo, mas os idosos precisam redobrar os cuidados. Quanto mais a alimentação for antioxidante, melhor para o paciente, que vai ter mais radicais livres e menos inflamação no corpo. Alimentos como brócolis e kiwi, por exemplo, são ricos em vitamina C”.