Projeto cearense seleciona mulheres para receber micropigmentação na mama

AMIGOS DO PEITO

Projeto cearense seleciona mulheres para receber micropigmentação na mama

A ação faz parte da programação do Outubro Rosa deste ano e deve beneficiar pelo menos 20 mulheres que venceram o câncer de mama

Por Tribuna do Ceará em Saúde

14 de outubro de 2019 às 07:00

Há 1 mês

O procedimento de desenho do mamilo é similar a uma tatuagem (FOTO: Reprodução)

Dentro da programação do Outubro Rosa, o Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde no Ceará (Sindsaúde) repete a parceria pelo 5º ano consecutivo com o Grupo de Estudos em Micropigmentação e participa mais uma vez da Ação Amigos do Peito. A ação será realizada no dia 24 de outubro, das 13h às 17 horas, no Laboratório de Estética da Centro Universitário Fametro (Unifametro), na rua Conselheiro Estelita, 500, no Centro de Fortaleza.

Este ano, a expectativa é de que pelo menos 20 mulheres que fizeram reconstrução mamária após câncer de mama sejam beneficiadas com o procedimento de micropigmentação da mama, com o desenho do mamilo. As primeiras dez inscritas devem receber o procedimento no dia do evento. As demais terão atendimento agendado para posteriormente.

Para fazer o procedimento, é necessário que a paciente esteja de alta médica. Não podem receber o procedimento pacientes com diabetes, hipertensão, câncer, lúpus, mulheres gestantes, amamentando, com tendência a queloide, processos alérgicos e imunidade baixa.

Quem desejar receber o procedimento pode ligar para a secretária do Sindsaúde, através do (85) 3255.4551 ou (85) 99826.3138 (Whatsapp). Os procedimentos serão realizados gratuitamente por oito esteticistas e micropigmentadoras com experiência no procedimento, que já devolveu a autoestima de 80 mulheres desde a sua 1ª edição em 2014.

Segundo uma das coordenadoras da ação Amigos do Peito, a esteticista Gisele de Paulo, o procedimento de desenho do mamilo é similar a uma tatuagem. Enquanto na tatuagem o pigmento atinge a derme, a técnica de dermopigmentação não ultrapassa a epiderme.

O procedimento dura em média 40 minutos, e retoques podem ser realizados após 30 dias. Através da técnica, é criada uma nova aréola, minimizando o efeito de cicatrizes e outros resultados indesejáveis da mastectomia com reconstrução mamária.

Serviço:

Sindsaúde – (85) 3255-4551 ou 99826-3138.

Publicidade

Dê sua opinião

AMIGOS DO PEITO

Projeto cearense seleciona mulheres para receber micropigmentação na mama

A ação faz parte da programação do Outubro Rosa deste ano e deve beneficiar pelo menos 20 mulheres que venceram o câncer de mama

Por Tribuna do Ceará em Saúde

14 de outubro de 2019 às 07:00

Há 1 mês

O procedimento de desenho do mamilo é similar a uma tatuagem (FOTO: Reprodução)

Dentro da programação do Outubro Rosa, o Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde no Ceará (Sindsaúde) repete a parceria pelo 5º ano consecutivo com o Grupo de Estudos em Micropigmentação e participa mais uma vez da Ação Amigos do Peito. A ação será realizada no dia 24 de outubro, das 13h às 17 horas, no Laboratório de Estética da Centro Universitário Fametro (Unifametro), na rua Conselheiro Estelita, 500, no Centro de Fortaleza.

Este ano, a expectativa é de que pelo menos 20 mulheres que fizeram reconstrução mamária após câncer de mama sejam beneficiadas com o procedimento de micropigmentação da mama, com o desenho do mamilo. As primeiras dez inscritas devem receber o procedimento no dia do evento. As demais terão atendimento agendado para posteriormente.

Para fazer o procedimento, é necessário que a paciente esteja de alta médica. Não podem receber o procedimento pacientes com diabetes, hipertensão, câncer, lúpus, mulheres gestantes, amamentando, com tendência a queloide, processos alérgicos e imunidade baixa.

Quem desejar receber o procedimento pode ligar para a secretária do Sindsaúde, através do (85) 3255.4551 ou (85) 99826.3138 (Whatsapp). Os procedimentos serão realizados gratuitamente por oito esteticistas e micropigmentadoras com experiência no procedimento, que já devolveu a autoestima de 80 mulheres desde a sua 1ª edição em 2014.

Segundo uma das coordenadoras da ação Amigos do Peito, a esteticista Gisele de Paulo, o procedimento de desenho do mamilo é similar a uma tatuagem. Enquanto na tatuagem o pigmento atinge a derme, a técnica de dermopigmentação não ultrapassa a epiderme.

O procedimento dura em média 40 minutos, e retoques podem ser realizados após 30 dias. Através da técnica, é criada uma nova aréola, minimizando o efeito de cicatrizes e outros resultados indesejáveis da mastectomia com reconstrução mamária.

Serviço:

Sindsaúde – (85) 3255-4551 ou 99826-3138.