10 dias antes da morte, empresária assinou procuração dando direitos a namorado suspeito de feminicídio

INVESTIGAÇÃO

10 dias antes da morte, empresária assinou procuração dando direitos a namorado suspeito de feminicídio

Jamile de Oliveira Correia assinou no dia 21 de agosto um documento que autoriza o namorado, o advogado Aldemir Pessoa, a resolver tudo o que envolve o inventário do ex-marido

Por TV Jangadeiro em Segurança Pública

18 de setembro de 2019 às 19:19

Há 4 semanas
A procuração foi assinada 10 dias antes da morte de Jamile (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

A procuração foi assinada 10 dias antes da morte de Jamile (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Dez dias antes da morte, a empresária Jamile de Oliveira Correia assinou uma procuração autorizando o namorado, o advogado Aldemir Pessoa, a resolver todas as questões que envolvem o processo do inventário do ex-marido, que morreu durante um acidente, em 2017. O documento, obtido pela TV Jangadeiro nesta quarta-feira (18), foi assinado no dia 21 de agosto.

A morte de Jamile, que agora é tratada como feminicídio e tem como principal suspeito o namorado, está sendo investigada no 2° Distrito Policial. Durante todo o dia, três profissionais que atenderam a empresária no Instituto Doutor José Frota (IJF) prestaram depoimento na delegacia.

Uma enfermeira também prestou depoimento à Polícia e disse que o namorado da empresária teria perguntado pelo menos três vezes se Jamille tinha chance de escapar. Segundo ela, Aldemir não chorava, mas parecia estar nervoso.

O filho de Jamille, de 14 anos, em seu depoimento nesta terça-feira (17), teria revelado ter presenciado outras ocasiões em que o namorado agrediu a mãe verbalmente. A defesa de Aldemir reconhece que o relacionamento era problemático.

Confira todos os detalhes na reportagem do Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT:

Publicidade

Dê sua opinião

INVESTIGAÇÃO

10 dias antes da morte, empresária assinou procuração dando direitos a namorado suspeito de feminicídio

Jamile de Oliveira Correia assinou no dia 21 de agosto um documento que autoriza o namorado, o advogado Aldemir Pessoa, a resolver tudo o que envolve o inventário do ex-marido

Por TV Jangadeiro em Segurança Pública

18 de setembro de 2019 às 19:19

Há 4 semanas
A procuração foi assinada 10 dias antes da morte de Jamile (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

A procuração foi assinada 10 dias antes da morte de Jamile (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Dez dias antes da morte, a empresária Jamile de Oliveira Correia assinou uma procuração autorizando o namorado, o advogado Aldemir Pessoa, a resolver todas as questões que envolvem o processo do inventário do ex-marido, que morreu durante um acidente, em 2017. O documento, obtido pela TV Jangadeiro nesta quarta-feira (18), foi assinado no dia 21 de agosto.

A morte de Jamile, que agora é tratada como feminicídio e tem como principal suspeito o namorado, está sendo investigada no 2° Distrito Policial. Durante todo o dia, três profissionais que atenderam a empresária no Instituto Doutor José Frota (IJF) prestaram depoimento na delegacia.

Uma enfermeira também prestou depoimento à Polícia e disse que o namorado da empresária teria perguntado pelo menos três vezes se Jamille tinha chance de escapar. Segundo ela, Aldemir não chorava, mas parecia estar nervoso.

O filho de Jamille, de 14 anos, em seu depoimento nesta terça-feira (17), teria revelado ter presenciado outras ocasiões em que o namorado agrediu a mãe verbalmente. A defesa de Aldemir reconhece que o relacionamento era problemático.

Confira todos os detalhes na reportagem do Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT: