Casal é acusado de realizar pelo menos 3 assaltos em rua da Aldeota

DUPLA DE ASSALTANTES

Casal é acusado de realizar pelo menos 3 assaltos na mesma semana em rua da Aldeota

O local escolhido pelo casal é a rua Barbosa de Freitas, na Aldeota, onde assaltaram e fizeram reféns um passageiro e um motorista de aplicativo

Por TV Jangadeiro em Segurança Pública

4 de dezembro de 2019 às 09:30

Há 2 meses

O chapéu do tipo “pagodeiro” é uma das características da vestimenta do homem que assalta junto com uma mulher (FOTO: Reprodução/Whatsapp)

Um homem e uma mulher abraçados na calçada. Parece apenas mais um casal apaixonado, mas, na verdade, é uma dupla de assaltantes prestes a atacar vítimas. Apesar da identidade desconhecida, os dois são acusados de uma série de ocorrências na Rua Barbosa de Freitas, no bairro Aldeota, em Fortaleza. Somente nos últimos sete dias, eles já teriam realizado pelo menos três assaltos na mesma via.

As vítimas mais recentes foram um universitário e um motorista de aplicativo. Os dois foram rendidos na Aldeota, tiveram seus pertences roubados, receberam ameaças de morte e foram abandonados na comunidade do Lagamar, no bairro Pio XII. Toda a situação durou cerca de 30 minutos e ocorreu na noite da última quinta-feira (28). A abordagem inicial foi registrada por câmeras de segurança.

Em depoimento prestado no 2º Distrito Policial, as vítimas contaram que o casal de criminosos se aproximou da dupla logo em seguida ao momento em que o passageiro embarcou. Smartphone, fone de ouvido, carregador, relógio, tênis, bombons e uma quantia em dinheiro estão entre os itens roubados pela dupla durante a ocorrência.

Para o universitário, “não dava para desconfiar” do casal. “Eu não imaginava, mas roubaram tudo que podiam roubar do carro. Nos ameaçavam o tempo todo, queriam coisas o tempo todo, me revistaram o tempo todo, até minha mochila”, relembra o jovem.

Restou o trauma

A vítima também afirma que as ameaças partiram principalmente da mulher. Ela teria repetido diversas vezes que, se o motorista não dirigisse mais rápido, atiraria nas pernas do condutor.

Sob ameaças, o que passava pela cabeça da vítima era a possibilidade de morrer. “Eu pensei o tempo todo que eu ia morrer. Já fui assaltado antes, mas nunca foi como essa”, pondera o jovem.

A lembrança da ocorrência ainda é motivo de medo para o jovem, que ficou traumatizado. “Passei o fim de semana inteiro com medo. Toda vida que eu via um carro ou uma moto, eu ficava com medo. Vai demorar para eu superar”, reflete a vítima do casal de assaltantes.

Em nota, a Polícia Civil do Estado do Ceará informa que está com investigações em andamento com o objetivo de apurar denúncias relacionadas aos crimes cujo responsável seria o casal.

Confira mais na reportagem do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, às 12h05 desta quarta-feira (4).

Publicidade

Dê sua opinião

DUPLA DE ASSALTANTES

Casal é acusado de realizar pelo menos 3 assaltos na mesma semana em rua da Aldeota

O local escolhido pelo casal é a rua Barbosa de Freitas, na Aldeota, onde assaltaram e fizeram reféns um passageiro e um motorista de aplicativo

Por TV Jangadeiro em Segurança Pública

4 de dezembro de 2019 às 09:30

Há 2 meses

O chapéu do tipo “pagodeiro” é uma das características da vestimenta do homem que assalta junto com uma mulher (FOTO: Reprodução/Whatsapp)

Um homem e uma mulher abraçados na calçada. Parece apenas mais um casal apaixonado, mas, na verdade, é uma dupla de assaltantes prestes a atacar vítimas. Apesar da identidade desconhecida, os dois são acusados de uma série de ocorrências na Rua Barbosa de Freitas, no bairro Aldeota, em Fortaleza. Somente nos últimos sete dias, eles já teriam realizado pelo menos três assaltos na mesma via.

As vítimas mais recentes foram um universitário e um motorista de aplicativo. Os dois foram rendidos na Aldeota, tiveram seus pertences roubados, receberam ameaças de morte e foram abandonados na comunidade do Lagamar, no bairro Pio XII. Toda a situação durou cerca de 30 minutos e ocorreu na noite da última quinta-feira (28). A abordagem inicial foi registrada por câmeras de segurança.

Em depoimento prestado no 2º Distrito Policial, as vítimas contaram que o casal de criminosos se aproximou da dupla logo em seguida ao momento em que o passageiro embarcou. Smartphone, fone de ouvido, carregador, relógio, tênis, bombons e uma quantia em dinheiro estão entre os itens roubados pela dupla durante a ocorrência.

Para o universitário, “não dava para desconfiar” do casal. “Eu não imaginava, mas roubaram tudo que podiam roubar do carro. Nos ameaçavam o tempo todo, queriam coisas o tempo todo, me revistaram o tempo todo, até minha mochila”, relembra o jovem.

Restou o trauma

A vítima também afirma que as ameaças partiram principalmente da mulher. Ela teria repetido diversas vezes que, se o motorista não dirigisse mais rápido, atiraria nas pernas do condutor.

Sob ameaças, o que passava pela cabeça da vítima era a possibilidade de morrer. “Eu pensei o tempo todo que eu ia morrer. Já fui assaltado antes, mas nunca foi como essa”, pondera o jovem.

A lembrança da ocorrência ainda é motivo de medo para o jovem, que ficou traumatizado. “Passei o fim de semana inteiro com medo. Toda vida que eu via um carro ou uma moto, eu ficava com medo. Vai demorar para eu superar”, reflete a vítima do casal de assaltantes.

Em nota, a Polícia Civil do Estado do Ceará informa que está com investigações em andamento com o objetivo de apurar denúncias relacionadas aos crimes cujo responsável seria o casal.

Confira mais na reportagem do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, às 12h05 desta quarta-feira (4).