Comando da PM declara que “não se deixará abater” por mortes em sequência de policiais

CRIMES

Comando da PM declara que “não se deixará abater” por mortes em sequência de policiais

“O mesmo mal que alcançou nosso irmão é aquele que atinge a sociedade pela qual lutamos, de sol a sol. Por quem damos a vida para proteger”, diz um trecho da nota

Por Roberta Tavares em Segurança Pública

13 de novembro de 2016 às 11:48

Há 3 anos
Em apenas dois dias, dois policiais foram assassinados no Ceará (FOTO: Arquivo/Dorian Girão)

Em apenas dois dias, dois policiais foram assassinados no Ceará (FOTO: Arquivo/Dorian Girão)

Após mais um assassinato de policial no Ceará, o Comando Geral da Polícia Militar divulgou nota de pesar na manhã deste domingo (13).

A morte do soldado Gilmar de Almeida Queiroz foi registrada nesta madrugada, em Horizonte, Região Metropolitana de Fortaleza. É o segundo crime contra agentes da segurança pública em apenas dois dias no estado.

“O Comando Geral da Corporação e todos os policiais militares, combatentes do bom combate, com lágrimas nos olhos, erguem sua face e encaram o mal que tenta enfraquecer nossa sociedade. Estamos todos atentos e alertas”, diz a nota. “O mesmo mal que alcançou nosso irmão é aquele que atinge a sociedade pela qual lutamos, de sol a sol. Por quem damos a vida para proteger”.

Na declaração, assinada pelo comandante-geral da PMCE, coronel Geovani Pinheiro da Silva, é afirmado ainda que a corporação “não se deixará abater” e honrará a passagem do policial assassinado pela Polícia Militar. “Que todos saibam que revigoramos nossa vontade de proteger nosso semelhante, sempre defendendo a lei e o bem comum. Façamos o que sabemos fazer de melhor: proteger a vida de nosso semelhante e preservar a segurança dos cidadãos de bem”, conclui.

Assassinado na porta de casa

O soldado Gilmar Almeida de Queiroz foi baleado na frente de casa, no município de Horizonte, Região Metropolitana de Fortaleza. Ele chegou à residência à paisana e chamou a esposa para abrir o portão, no momento em que foi surpreendido por dois homens. Os envolvidos efetuaram disparos contra o policial, que foi atingido por tiros no ombro, na perna e nas costas.

Ele foi encaminhado ao Instituto Dr. José Frota (IJF), em Fortaleza, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na madrugada deste domingo (13). Na fuga, os suspeitos levaram a arma e o celular do PM. Segundo a polícia, eles teriam fugido em direção ao município de Cascavel. Equipes de Aquiraz e Cascavel realizam buscas a fim de prender os envolvidos no crime.

Publicidade

Dê sua opinião

CRIMES

Comando da PM declara que “não se deixará abater” por mortes em sequência de policiais

“O mesmo mal que alcançou nosso irmão é aquele que atinge a sociedade pela qual lutamos, de sol a sol. Por quem damos a vida para proteger”, diz um trecho da nota

Por Roberta Tavares em Segurança Pública

13 de novembro de 2016 às 11:48

Há 3 anos
Em apenas dois dias, dois policiais foram assassinados no Ceará (FOTO: Arquivo/Dorian Girão)

Em apenas dois dias, dois policiais foram assassinados no Ceará (FOTO: Arquivo/Dorian Girão)

Após mais um assassinato de policial no Ceará, o Comando Geral da Polícia Militar divulgou nota de pesar na manhã deste domingo (13).

A morte do soldado Gilmar de Almeida Queiroz foi registrada nesta madrugada, em Horizonte, Região Metropolitana de Fortaleza. É o segundo crime contra agentes da segurança pública em apenas dois dias no estado.

“O Comando Geral da Corporação e todos os policiais militares, combatentes do bom combate, com lágrimas nos olhos, erguem sua face e encaram o mal que tenta enfraquecer nossa sociedade. Estamos todos atentos e alertas”, diz a nota. “O mesmo mal que alcançou nosso irmão é aquele que atinge a sociedade pela qual lutamos, de sol a sol. Por quem damos a vida para proteger”.

Na declaração, assinada pelo comandante-geral da PMCE, coronel Geovani Pinheiro da Silva, é afirmado ainda que a corporação “não se deixará abater” e honrará a passagem do policial assassinado pela Polícia Militar. “Que todos saibam que revigoramos nossa vontade de proteger nosso semelhante, sempre defendendo a lei e o bem comum. Façamos o que sabemos fazer de melhor: proteger a vida de nosso semelhante e preservar a segurança dos cidadãos de bem”, conclui.

Assassinado na porta de casa

O soldado Gilmar Almeida de Queiroz foi baleado na frente de casa, no município de Horizonte, Região Metropolitana de Fortaleza. Ele chegou à residência à paisana e chamou a esposa para abrir o portão, no momento em que foi surpreendido por dois homens. Os envolvidos efetuaram disparos contra o policial, que foi atingido por tiros no ombro, na perna e nas costas.

Ele foi encaminhado ao Instituto Dr. José Frota (IJF), em Fortaleza, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na madrugada deste domingo (13). Na fuga, os suspeitos levaram a arma e o celular do PM. Segundo a polícia, eles teriam fugido em direção ao município de Cascavel. Equipes de Aquiraz e Cascavel realizam buscas a fim de prender os envolvidos no crime.