Comerciante morre após ser baleado dentro da própria loja em Caucaia

MOTIVO DESCONHECIDO

Comerciante morre após ser baleado dentro da própria loja em Caucaia

Rubens dos Santos Oliveira estava em uma de suas lojas, no Centro da cidade, quando um homem armado entrou no local e efetuou vários disparos

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

3 de outubro de 2019 às 16:19

Há 8 meses
Rubens Oliveira chegou a ser socorrido pelo Samu, mas não resistiu aos ferimentos (FOTO: Reprodução/WhatsApp)

Rubens Oliveira chegou a ser socorrido pelo Samu, mas não resistiu aos ferimentos (FOTO: Reprodução/WhatsApp)

Um comerciante morreu após ser baleado dentro da própria loja, no Centro de Caucaia, na tarde desta quinta-feira (3). Rubens dos Santos Oliveira tinha 45 anos e era conhecido por Salim. De acordo com as informações apuradas pela equipe do Barra Pesada, um homem entrou na loja de bicicleta em que Rubens estava e efetuou vários disparos.

O comerciante foi socorrido por uma equipe do Samu e encaminhado ao Hospital Municipal de Caucaia; mas – ao chegar à unidade hospitalar –sofreu uma parada cardíaca e faleceu. Segundo informações de populares, Rubens foi atingido com tiros na cabeça, pescoço e ombro.

Um vídeo, que circula nas redes sociais, com imagens de uma câmera de segurança mostra o momento em que o suspeito foge do estabelecimento correndo.

Rubens era comerciante e dono de vários pontos comerciais do Centro de Caucaia e de uma casa de festas no loteamento Garrote, também em Caucaia. De acordo com a Polícia, Rubens tinha passagens por receptação e crime contra a paz pública. “Equipes da Polícia Militar do Ceará realizaram buscas na região, mas nenhum suspeito foi preso até o momento”. A motivação do crime é desconhecida.

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social informou que “a população pode contribuir com as investigações repassando informações que possam auxiliar os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas pelo número 181, o Disque-Denúncia da SSPDS, ou ainda para o telefone (85) 3101-3360, da Delegacia Metropolitana de Caucaia. O sigilo e o anonimato são garantidos”.

Publicidade

Dê sua opinião

MOTIVO DESCONHECIDO

Comerciante morre após ser baleado dentro da própria loja em Caucaia

Rubens dos Santos Oliveira estava em uma de suas lojas, no Centro da cidade, quando um homem armado entrou no local e efetuou vários disparos

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

3 de outubro de 2019 às 16:19

Há 8 meses
Rubens Oliveira chegou a ser socorrido pelo Samu, mas não resistiu aos ferimentos (FOTO: Reprodução/WhatsApp)

Rubens Oliveira chegou a ser socorrido pelo Samu, mas não resistiu aos ferimentos (FOTO: Reprodução/WhatsApp)

Um comerciante morreu após ser baleado dentro da própria loja, no Centro de Caucaia, na tarde desta quinta-feira (3). Rubens dos Santos Oliveira tinha 45 anos e era conhecido por Salim. De acordo com as informações apuradas pela equipe do Barra Pesada, um homem entrou na loja de bicicleta em que Rubens estava e efetuou vários disparos.

O comerciante foi socorrido por uma equipe do Samu e encaminhado ao Hospital Municipal de Caucaia; mas – ao chegar à unidade hospitalar –sofreu uma parada cardíaca e faleceu. Segundo informações de populares, Rubens foi atingido com tiros na cabeça, pescoço e ombro.

Um vídeo, que circula nas redes sociais, com imagens de uma câmera de segurança mostra o momento em que o suspeito foge do estabelecimento correndo.

Rubens era comerciante e dono de vários pontos comerciais do Centro de Caucaia e de uma casa de festas no loteamento Garrote, também em Caucaia. De acordo com a Polícia, Rubens tinha passagens por receptação e crime contra a paz pública. “Equipes da Polícia Militar do Ceará realizaram buscas na região, mas nenhum suspeito foi preso até o momento”. A motivação do crime é desconhecida.

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social informou que “a população pode contribuir com as investigações repassando informações que possam auxiliar os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas pelo número 181, o Disque-Denúncia da SSPDS, ou ainda para o telefone (85) 3101-3360, da Delegacia Metropolitana de Caucaia. O sigilo e o anonimato são garantidos”.