Defensoria e OAB vão a Uruburetama e Cruz para dar suporte a vítimas de abuso sexual de prefeito

ACOLHIMENTO DAS VÍTIMAS

Defensoria e OAB vão a Uruburetama e Cruz para dar suporte a vítimas de abuso sexual de prefeito

O médico José Hilson, prefeito afastado de Uruburetama, é acusado de abusar sexualmente de pacientes durante consultas ginecológicas

Por TV Jangadeiro em Segurança Pública

17 de julho de 2019 às 10:52

Há 1 mês

José Hilson de Paiva, prefeito afastado de Uruburetama, é acusado de abusar sexualmente de pacientes. (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Uma comitiva de instituições que atuam no enfrentamento à violência da mulher está no município de Uruburetama, a 110 km de Fortaleza. O grupo é formado pela Defensoria Pública, secretarias estaduais, Assembleia Legislativa, Ordem dos Advogados (OAB) e representantes do movimento de mulheres.

O prefeito afastado da cidade, José Hilson, é suspeito de abusar sexualmente de pacientes durante atendimentos ginecológicos. Cenas de sexo e de estupros foram filmadas por ele. Confira o resumo do caso aqui.

A comitiva também irá ao município de Cruz. O trabalho inicial será de acolhimento das vítimas dos crimes sexuais. O atendimento itinerante vai continuar semanalmente nas duas cidades para acompanhar as denúncias contra o médico e prefeito afastado, além de oferecer apoio psicológico e jurídico às mulheres que sofreram algum tipo de abuso durante as consultas ginecológicas.

De acordo com a supervisora do Núcleo de Enfrentamento à Violência contra a mulher, Jeritza Braga, as vítimas estão fragilizadas e por falta de conhecimento dos procedimentos, sequer sabem que foram abusadas.

A Promotoria de Justiça de Cruz atenderá vítimas e testemunhas para coletar depoimentos envolvendo José Hilson a partir das 14h30 desta quarta-feira (17). As vítimas do município de Uruburetama também serão ouvidas nesta quarta-feira pelo Ministério Público durante o período da manhã.

Outro local que está recebendo as vítimas dos crimes é a delegacia de Cruz. Uma comissão feminina de policiais foi criada para acolher as mulheres e assegurar todo o sigilo da denúncia. Uma das medidas para proteger a população de situações de abuso é a elaboração de uma cartilha informativa.

Entenda o caso

Afastado do cargo de prefeito de Uruburetama e expulso de seu partido, o PCdoB, José Hilson de Paiva, de 70 anos, é acusado de assediar e abusar sexualmente de pacientes durante atendimento no hospital municipal e numa clínica particular da cidade e também no município de Cruz, a 150 km de distância. Médico de Clínica geral, ele atuava também como ginecologista mesmo sem a especialidade. O suspeito é alvo de denúncias há pelo menos três décadas, desde 1986.

Pelo menos 63 vídeos que mostram 23 mulheres, onde 17 podem ter sido abusadas, foram entregues ao Ministério Público do Ceará. A Promotoria de Justiça de Uruburetama investiga o caso. Confira o resumo completo aqui.

Veja mais detalhes na reportagem do Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT:

Instituições que atuam na defesa da mulher visitam Cruz e Uruburetama

Uma comitiva de instituições que atuam no enfrentamento à violência contra a mulher está visitando os municipios de Uruburetama e Cruz desde a manhã desta quarta-feira (17). Nessas duas cidades, foram registradas as denúncias contra o médico José Hilson Paiva. Ele é suspeito de praticar crimes sexuais durante consultas ginecológicas. #JornalJangadeiro

Posted by TV Jangadeiro on Wednesday, July 17, 2019

Publicidade

Dê sua opinião

ACOLHIMENTO DAS VÍTIMAS

Defensoria e OAB vão a Uruburetama e Cruz para dar suporte a vítimas de abuso sexual de prefeito

O médico José Hilson, prefeito afastado de Uruburetama, é acusado de abusar sexualmente de pacientes durante consultas ginecológicas

Por TV Jangadeiro em Segurança Pública

17 de julho de 2019 às 10:52

Há 1 mês

José Hilson de Paiva, prefeito afastado de Uruburetama, é acusado de abusar sexualmente de pacientes. (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Uma comitiva de instituições que atuam no enfrentamento à violência da mulher está no município de Uruburetama, a 110 km de Fortaleza. O grupo é formado pela Defensoria Pública, secretarias estaduais, Assembleia Legislativa, Ordem dos Advogados (OAB) e representantes do movimento de mulheres.

O prefeito afastado da cidade, José Hilson, é suspeito de abusar sexualmente de pacientes durante atendimentos ginecológicos. Cenas de sexo e de estupros foram filmadas por ele. Confira o resumo do caso aqui.

A comitiva também irá ao município de Cruz. O trabalho inicial será de acolhimento das vítimas dos crimes sexuais. O atendimento itinerante vai continuar semanalmente nas duas cidades para acompanhar as denúncias contra o médico e prefeito afastado, além de oferecer apoio psicológico e jurídico às mulheres que sofreram algum tipo de abuso durante as consultas ginecológicas.

De acordo com a supervisora do Núcleo de Enfrentamento à Violência contra a mulher, Jeritza Braga, as vítimas estão fragilizadas e por falta de conhecimento dos procedimentos, sequer sabem que foram abusadas.

A Promotoria de Justiça de Cruz atenderá vítimas e testemunhas para coletar depoimentos envolvendo José Hilson a partir das 14h30 desta quarta-feira (17). As vítimas do município de Uruburetama também serão ouvidas nesta quarta-feira pelo Ministério Público durante o período da manhã.

Outro local que está recebendo as vítimas dos crimes é a delegacia de Cruz. Uma comissão feminina de policiais foi criada para acolher as mulheres e assegurar todo o sigilo da denúncia. Uma das medidas para proteger a população de situações de abuso é a elaboração de uma cartilha informativa.

Entenda o caso

Afastado do cargo de prefeito de Uruburetama e expulso de seu partido, o PCdoB, José Hilson de Paiva, de 70 anos, é acusado de assediar e abusar sexualmente de pacientes durante atendimento no hospital municipal e numa clínica particular da cidade e também no município de Cruz, a 150 km de distância. Médico de Clínica geral, ele atuava também como ginecologista mesmo sem a especialidade. O suspeito é alvo de denúncias há pelo menos três décadas, desde 1986.

Pelo menos 63 vídeos que mostram 23 mulheres, onde 17 podem ter sido abusadas, foram entregues ao Ministério Público do Ceará. A Promotoria de Justiça de Uruburetama investiga o caso. Confira o resumo completo aqui.

Veja mais detalhes na reportagem do Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT:

Instituições que atuam na defesa da mulher visitam Cruz e Uruburetama

Uma comitiva de instituições que atuam no enfrentamento à violência contra a mulher está visitando os municipios de Uruburetama e Cruz desde a manhã desta quarta-feira (17). Nessas duas cidades, foram registradas as denúncias contra o médico José Hilson Paiva. Ele é suspeito de praticar crimes sexuais durante consultas ginecológicas. #JornalJangadeiro

Posted by TV Jangadeiro on Wednesday, July 17, 2019