Empresário quebra silêncio sobre caso de agressão a garçonete grávida

PEDIDO DE DESCULPAS

Empresário quebra silêncio sobre caso de agressão a garçonete grávida em restaurante

Após reconhecer sua atitude como “equivocada”, Rodrigo Viriato recebeu comentários negativos e positivos de seguidores

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

20 de novembro de 2019 às 09:59

Há 3 semanas

Rodrigo Viriato é empresário e professor universitário (FOTO: Reprodução/Instagram)

Acusado de agredir uma garçonete grávida em um restaurante de Fortaleza, o empresário Rodrigo Viriato quebrou o silêncio sobre o caso na noite da última terça-feira (19). Em vídeo publicado no seu perfil do Instagram, ele afirmou que muitas pessoas “só atiraram pedras”. Já em nota postada na mesma rede, Viriato pediu perdão, afirmou reconhecer sua atitude como “equivocada” e agradeceu aos amigos que o apoiaram.

“Somos todos falhos e vocês são iguais a mim”, disse aos seguidores. Nas cenas, ele também afirma acreditar que “não existe hierarquia de pecados”. Rodrigo relatou ainda ter recebido comentários negativos e acusações de amigos e colegas de trabalho após as denúncias. “Eram pessoas que poderiam estar comigo um dia antes daquilo, mas eu entendo as falhas deles também”, ponderou.

Já na nota postada em seu feed, Viriato defendeu que a agressão à garçonete “não condiz com meu trato no dia a dia”. Ele ainda justificou que, antes de se retratar publicamente, esperou que os envolvidos tivessem “qualquer prejuízo parcialmente reparado”. O empresário também destacou seu aprendizado com a situação. “Saio com vários lições de vida”, pontuou no comunicado.

Reações

Nos comentários das duas publicações, Rodrigo Viriato tanto foi alvo de críticas quanto de elogios. “Esse ‘arrependimento’ só existe por causa da repercussão e por ter manchado a própria imagem”, comentou uma mulher. “Atitude totalmente digna. Parabéns, Rodrigão”, enalteceu outro perfil.

Além de usar palavras como “verme, covarde e agressor”, os usuários do Instagram acusaram o empresário de estar apagando os comentários negativos em seu post. “Quem se arrepende de verdade sabe ouvir o outro e não bloqueia todos! Cadê a maturidade?”, questionou uma mulher.

Entenda o caso

Rodrigo Viriato foi acusado de agredir funcionários do restaurante Le Cuisinier, no bairro Parque Manibura, em Fortaleza, no dia 1º de novembro de 2019. À época, o estabelecimento publicou nas redes sociais uma nota de repúdio, em que diz que uma garçonete grávida e outros funcionários foram agredidos verbal e fisicamente por um cliente.

O Café Viriato, restaurante de propriedade da família de Rodrigo Viriato, lamentou o ocorrido em nota e afirmou que, após o ocorrido, um dos sócios do grupo esteve no local das agressões para para se desculpar e oferecer apoio.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), as vítimas foram ouvidas e enviadas para exames na Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce). As investigações estão a cargo do 26° Distrito Policial, no bairro Edson Queiroz.

View this post on Instagram

Íntegra nos destaques

A post shared by Rodrigo Viriato (@rodrigoviriato) on

View this post on Instagram

Nota de Sinceras Desculpas

A post shared by Rodrigo Viriato (@rodrigoviriato) on

Publicidade

Dê sua opinião

PEDIDO DE DESCULPAS

Empresário quebra silêncio sobre caso de agressão a garçonete grávida em restaurante

Após reconhecer sua atitude como “equivocada”, Rodrigo Viriato recebeu comentários negativos e positivos de seguidores

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

20 de novembro de 2019 às 09:59

Há 3 semanas

Rodrigo Viriato é empresário e professor universitário (FOTO: Reprodução/Instagram)

Acusado de agredir uma garçonete grávida em um restaurante de Fortaleza, o empresário Rodrigo Viriato quebrou o silêncio sobre o caso na noite da última terça-feira (19). Em vídeo publicado no seu perfil do Instagram, ele afirmou que muitas pessoas “só atiraram pedras”. Já em nota postada na mesma rede, Viriato pediu perdão, afirmou reconhecer sua atitude como “equivocada” e agradeceu aos amigos que o apoiaram.

“Somos todos falhos e vocês são iguais a mim”, disse aos seguidores. Nas cenas, ele também afirma acreditar que “não existe hierarquia de pecados”. Rodrigo relatou ainda ter recebido comentários negativos e acusações de amigos e colegas de trabalho após as denúncias. “Eram pessoas que poderiam estar comigo um dia antes daquilo, mas eu entendo as falhas deles também”, ponderou.

Já na nota postada em seu feed, Viriato defendeu que a agressão à garçonete “não condiz com meu trato no dia a dia”. Ele ainda justificou que, antes de se retratar publicamente, esperou que os envolvidos tivessem “qualquer prejuízo parcialmente reparado”. O empresário também destacou seu aprendizado com a situação. “Saio com vários lições de vida”, pontuou no comunicado.

Reações

Nos comentários das duas publicações, Rodrigo Viriato tanto foi alvo de críticas quanto de elogios. “Esse ‘arrependimento’ só existe por causa da repercussão e por ter manchado a própria imagem”, comentou uma mulher. “Atitude totalmente digna. Parabéns, Rodrigão”, enalteceu outro perfil.

Além de usar palavras como “verme, covarde e agressor”, os usuários do Instagram acusaram o empresário de estar apagando os comentários negativos em seu post. “Quem se arrepende de verdade sabe ouvir o outro e não bloqueia todos! Cadê a maturidade?”, questionou uma mulher.

Entenda o caso

Rodrigo Viriato foi acusado de agredir funcionários do restaurante Le Cuisinier, no bairro Parque Manibura, em Fortaleza, no dia 1º de novembro de 2019. À época, o estabelecimento publicou nas redes sociais uma nota de repúdio, em que diz que uma garçonete grávida e outros funcionários foram agredidos verbal e fisicamente por um cliente.

O Café Viriato, restaurante de propriedade da família de Rodrigo Viriato, lamentou o ocorrido em nota e afirmou que, após o ocorrido, um dos sócios do grupo esteve no local das agressões para para se desculpar e oferecer apoio.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), as vítimas foram ouvidas e enviadas para exames na Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce). As investigações estão a cargo do 26° Distrito Policial, no bairro Edson Queiroz.

View this post on Instagram

Íntegra nos destaques

A post shared by Rodrigo Viriato (@rodrigoviriato) on

View this post on Instagram

Nota de Sinceras Desculpas

A post shared by Rodrigo Viriato (@rodrigoviriato) on