Estado aprendeu com os ataques de janeiro para uma reação mais rápida em setembro, constata secretário

OPERAÇÃO CONTRA-ATAQUE

Estado aprendeu com os ataques de janeiro para uma reação mais rápida em setembro, constata secretário

Segundo André Costa, os pontos de atuação de criminosos foram mapeados com base nas estatísticas do serviço de inteligência da pasta

Por TV Jangadeiro em Segurança Pública

3 de outubro de 2019 às 09:33

Há 2 semanas

André Costa orientou agentes de segurança na segunda fase da Operação Contra-Ataque, deflagrada na noite desta quarta-feira (FOTO: TV Jangadeiro)

“A reação das forças de segurança foi muito mais rápida do que o que nós vimos em janeiro”, comparou André Costa, secretário estadual de Segurança, em entrevista concedida na noite da última quarta-feira (3).

Na sede da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ele comandava a saída da Polícia Militar às ruas para a segunda fase da Operação Contra-Ataque, que já capturou 79 suspeitos de participar da onda de ataques vivenciada recentemente no Ceará.

O secretário destacou que, com o apoio da PM, mais de 200 agentes de segurança trabalham nas buscas pelos acusados. Segundo ele, os pontos de atuação foram mapeados com base nas estatísticas do serviço de inteligência da pasta.

“Tudo que acontece é georreferenciado. A gente coloca cada passo deles (criminosos) num mapa, para que a gente possa entender quem são”, explicou.

Para André, em comparação com os ataques de janeiro, a rapidez das forças de segurança no combate aos atentados de setembro é fruto do aprendizado obtido ao longo das experiências anteriores. “A gente organiza melhor a nossa força de segurança, trabalhando de forma integrada, compartilhando informações”, avaliou.

Ainda segundo ele, o aumento da rigidez no sistema penitenciário cearense e a participação da população também contribuíram para o maior número de apreensões em poucos dias de operação. “Por todo o trabalho que tem sido feito, a gente tem conquistado a confiança das pessoas”, comemorou o Secretário.

Contra-Ataque

Para cumprimento dos mandados, 280 policiais civis, divididos em 80 equipes, foram designados. Em setembro, a primeira etapa da operação resultou na captura de 25 pessoas, além da apreensão de celulares, armas de fogo, veículos e drogas.

Comandada por grupos criminosos, a onda de violência durou 11 dias. Ao todo, o Sistema Jangadeiro contabilizou 99 ataques em 27 municípios cearenses. A SSPDS afirma ter registrado 115 atentados. De acordo com a secretaria, o número de ocorrências permanece inalterado, em 115, desde às 17h57 de segunda-feira (30).

Além da PCCE e da PMCE, a operação conta com o Corpo de Bombeiros Militar (CBMCE) e Perícia Forense (Pefoce), Guarda Municipal, Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) e Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis). A Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Polícia Federal (PF) também fazem parte.

Confira reportagem do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, às 12h05 desta quinta-feira (3).

Acompanhe a cobertura dos ataques:

2/10 – 79 pessoas são detidas pela polícia na 2ª fase da Operação Contra-Ataque

2/10 – Operação contra facção responsável por onda de ataques de setembro entra na 2ª fase 

2/10 – Ceará tem 1º dia sem ataques criminosos após 11 dias seguidos de onda de violência

30/9 – Ataques a transportes públicos em setembro são 24% menores do que em janeiro

30/9 – Ceará chega ao 11º dia de ataques criminosos; Veja as ocorrências das últimas horas

29/9 – Caminhão é incendiado em 10º dia de ataques no Ceará; número de presos sobe para 143

28/9 – Topique é incendiada em 9º dia de ataques no Ceará

28/9 – Onda de ataques de setembro é a mais violenta do ano, avaliam especialistas

28/9 – Torres de segurança não inibem ataques em bairros de Fortaleza

28/9 – Empresas de ônibus já contabilizam R$ 4 milhões de prejuízos em ataques

27/9 – 7 primeiros dias de ataques de setembro registram quase 50% das ocorrências de janeiro

27/9 – Ataques mudam rotina de estudantes no Eusébio por falta de transporte escolar

27/9 – Passageiros reclamam de atrasos e lotação de ônibus no 8º dia de ataques criminosos

27/9 – Sobe para 117 o número de capturados por suspeita de ataques criminosos no Ceará

27/9 – Bandidos incendeiam caminhão com carga de carne, que acaba saqueada pela população

27/9 – Ceará chega ao 8º dia de ataques, com queda no número de ocorrências

26/9 – Ônibus vão circular com 100% da frota nesta sexta, diz Sindiônibus

26/9 – Caminhoneiros mudam rotina de trabalho devido a ataques no Ceará

26/9 – Governo transfere mais de 500 detentos de facção criminosa ligada a ataques no Ceará

26/9 – Explosões em posto de saúde e base do Samu marcam madrugada do 7º dia de ataques no Ceará 

26/9 – Caminhoneiro tem 48% do corpo queimado após 15 bandidos atearem fogo em veículo

26/9 – Ceará chega ao 7º dia de ataques criminosos, com incêndios a veículos e prédios públicos

25/9 – Ônibus vão circular com 100% da frota nesta quinta, garante Sindiônibus

25/9 – Prejuízo de ataques a ônibus no início do ano ainda não foi reparado, diz Sindiônibus

25/9 – “Sem mudança de atitude do Governo, situação vai piorar”, diz presidente do Copen

25/9 – Onda de incêndios criminosos de setembro desta vez tem deixado feridos; Já foram 4

25/9 – Mais de 50 pessoas já foram presas por envolvimento em ataques, diz secretário de Segurança

25/9 – Ceará chega ao 6º dia de ataques, com mais incêndios a ônibus e caminhões

25/9 – Nova onda de ataques no Ceará: Veja o número atualizado de ações criminosas

25/9 – Ônibus é incendiado na rodoviária de Várzea Alegre no 6º dia de ataques criminosos

24/9 – Ataques são um ato de desespero dos criminosos, avalia especialista em Segurança Pública

24/9 – Advogado é preso tentando entrar na CPPL com bilhetes de facções criminosas

24/9 – “O Estado não conseguiu desarticular o crime organizado”, avalia presidente do Copen

24/9 – Governo transfere 257 presos de facção criminosa responsável por ataques no Ceará

24/9 – 6 carros são destruídos em ataque a concessionária da Av. Santos Dumont

24/9 – 4 primeiros dias de ataques de setembro representam 21% das ocorrências de janeiro

24/9 – Micro-ônibus é incendiado por bandidos com motorista dentro; Funcionário escapa por pouco

24/9 – Frota de ônibus opera com 70% da capacidade em Fortaleza no 5º dia de ataques

24/9 – Nova onda de ataques no Ceará chega ao 5º dia, com mais incêndios criminosos

23/9 – Ceará registra 17 ataques em quatro dias; 13 só em Fortaleza

23/9 – Polícia prende 7 suspeitos de ataques e outros 5 são identificados

23/9 – “Clara reação dos bandidos ao forte enfrentamento ao crime organizado”, diz Camilo Santana sobre ataques

23/9 – Ceará chega ao 4° dia de ataques, com mais veículos incendiados em Fortaleza

23/9 – Motorista que teve caminhão incendiado por bandidos foi salvo por vigilantes que gritaram “fogo”

23/9 – Bandidos fazem 4 ataques criminosos a veículos e posto de combustíveis no fim de semana

 

Publicidade

Dê sua opinião

OPERAÇÃO CONTRA-ATAQUE

Estado aprendeu com os ataques de janeiro para uma reação mais rápida em setembro, constata secretário

Segundo André Costa, os pontos de atuação de criminosos foram mapeados com base nas estatísticas do serviço de inteligência da pasta

Por TV Jangadeiro em Segurança Pública

3 de outubro de 2019 às 09:33

Há 2 semanas

André Costa orientou agentes de segurança na segunda fase da Operação Contra-Ataque, deflagrada na noite desta quarta-feira (FOTO: TV Jangadeiro)

“A reação das forças de segurança foi muito mais rápida do que o que nós vimos em janeiro”, comparou André Costa, secretário estadual de Segurança, em entrevista concedida na noite da última quarta-feira (3).

Na sede da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ele comandava a saída da Polícia Militar às ruas para a segunda fase da Operação Contra-Ataque, que já capturou 79 suspeitos de participar da onda de ataques vivenciada recentemente no Ceará.

O secretário destacou que, com o apoio da PM, mais de 200 agentes de segurança trabalham nas buscas pelos acusados. Segundo ele, os pontos de atuação foram mapeados com base nas estatísticas do serviço de inteligência da pasta.

“Tudo que acontece é georreferenciado. A gente coloca cada passo deles (criminosos) num mapa, para que a gente possa entender quem são”, explicou.

Para André, em comparação com os ataques de janeiro, a rapidez das forças de segurança no combate aos atentados de setembro é fruto do aprendizado obtido ao longo das experiências anteriores. “A gente organiza melhor a nossa força de segurança, trabalhando de forma integrada, compartilhando informações”, avaliou.

Ainda segundo ele, o aumento da rigidez no sistema penitenciário cearense e a participação da população também contribuíram para o maior número de apreensões em poucos dias de operação. “Por todo o trabalho que tem sido feito, a gente tem conquistado a confiança das pessoas”, comemorou o Secretário.

Contra-Ataque

Para cumprimento dos mandados, 280 policiais civis, divididos em 80 equipes, foram designados. Em setembro, a primeira etapa da operação resultou na captura de 25 pessoas, além da apreensão de celulares, armas de fogo, veículos e drogas.

Comandada por grupos criminosos, a onda de violência durou 11 dias. Ao todo, o Sistema Jangadeiro contabilizou 99 ataques em 27 municípios cearenses. A SSPDS afirma ter registrado 115 atentados. De acordo com a secretaria, o número de ocorrências permanece inalterado, em 115, desde às 17h57 de segunda-feira (30).

Além da PCCE e da PMCE, a operação conta com o Corpo de Bombeiros Militar (CBMCE) e Perícia Forense (Pefoce), Guarda Municipal, Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) e Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis). A Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Polícia Federal (PF) também fazem parte.

Confira reportagem do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, às 12h05 desta quinta-feira (3).

Acompanhe a cobertura dos ataques:

2/10 – 79 pessoas são detidas pela polícia na 2ª fase da Operação Contra-Ataque

2/10 – Operação contra facção responsável por onda de ataques de setembro entra na 2ª fase 

2/10 – Ceará tem 1º dia sem ataques criminosos após 11 dias seguidos de onda de violência

30/9 – Ataques a transportes públicos em setembro são 24% menores do que em janeiro

30/9 – Ceará chega ao 11º dia de ataques criminosos; Veja as ocorrências das últimas horas

29/9 – Caminhão é incendiado em 10º dia de ataques no Ceará; número de presos sobe para 143

28/9 – Topique é incendiada em 9º dia de ataques no Ceará

28/9 – Onda de ataques de setembro é a mais violenta do ano, avaliam especialistas

28/9 – Torres de segurança não inibem ataques em bairros de Fortaleza

28/9 – Empresas de ônibus já contabilizam R$ 4 milhões de prejuízos em ataques

27/9 – 7 primeiros dias de ataques de setembro registram quase 50% das ocorrências de janeiro

27/9 – Ataques mudam rotina de estudantes no Eusébio por falta de transporte escolar

27/9 – Passageiros reclamam de atrasos e lotação de ônibus no 8º dia de ataques criminosos

27/9 – Sobe para 117 o número de capturados por suspeita de ataques criminosos no Ceará

27/9 – Bandidos incendeiam caminhão com carga de carne, que acaba saqueada pela população

27/9 – Ceará chega ao 8º dia de ataques, com queda no número de ocorrências

26/9 – Ônibus vão circular com 100% da frota nesta sexta, diz Sindiônibus

26/9 – Caminhoneiros mudam rotina de trabalho devido a ataques no Ceará

26/9 – Governo transfere mais de 500 detentos de facção criminosa ligada a ataques no Ceará

26/9 – Explosões em posto de saúde e base do Samu marcam madrugada do 7º dia de ataques no Ceará 

26/9 – Caminhoneiro tem 48% do corpo queimado após 15 bandidos atearem fogo em veículo

26/9 – Ceará chega ao 7º dia de ataques criminosos, com incêndios a veículos e prédios públicos

25/9 – Ônibus vão circular com 100% da frota nesta quinta, garante Sindiônibus

25/9 – Prejuízo de ataques a ônibus no início do ano ainda não foi reparado, diz Sindiônibus

25/9 – “Sem mudança de atitude do Governo, situação vai piorar”, diz presidente do Copen

25/9 – Onda de incêndios criminosos de setembro desta vez tem deixado feridos; Já foram 4

25/9 – Mais de 50 pessoas já foram presas por envolvimento em ataques, diz secretário de Segurança

25/9 – Ceará chega ao 6º dia de ataques, com mais incêndios a ônibus e caminhões

25/9 – Nova onda de ataques no Ceará: Veja o número atualizado de ações criminosas

25/9 – Ônibus é incendiado na rodoviária de Várzea Alegre no 6º dia de ataques criminosos

24/9 – Ataques são um ato de desespero dos criminosos, avalia especialista em Segurança Pública

24/9 – Advogado é preso tentando entrar na CPPL com bilhetes de facções criminosas

24/9 – “O Estado não conseguiu desarticular o crime organizado”, avalia presidente do Copen

24/9 – Governo transfere 257 presos de facção criminosa responsável por ataques no Ceará

24/9 – 6 carros são destruídos em ataque a concessionária da Av. Santos Dumont

24/9 – 4 primeiros dias de ataques de setembro representam 21% das ocorrências de janeiro

24/9 – Micro-ônibus é incendiado por bandidos com motorista dentro; Funcionário escapa por pouco

24/9 – Frota de ônibus opera com 70% da capacidade em Fortaleza no 5º dia de ataques

24/9 – Nova onda de ataques no Ceará chega ao 5º dia, com mais incêndios criminosos

23/9 – Ceará registra 17 ataques em quatro dias; 13 só em Fortaleza

23/9 – Polícia prende 7 suspeitos de ataques e outros 5 são identificados

23/9 – “Clara reação dos bandidos ao forte enfrentamento ao crime organizado”, diz Camilo Santana sobre ataques

23/9 – Ceará chega ao 4° dia de ataques, com mais veículos incendiados em Fortaleza

23/9 – Motorista que teve caminhão incendiado por bandidos foi salvo por vigilantes que gritaram “fogo”

23/9 – Bandidos fazem 4 ataques criminosos a veículos e posto de combustíveis no fim de semana