Filhas denunciam ameaças de morte após acusarem pai por estupros

RELAÇÃO ABUSIVA

Filhas denunciam ameaças de morte após acusarem pai por estupros em Fortaleza

Segundo uma das denunciantes, o pai sempre foi violento, agredia a mãe das crianças, abusava de outras duas filhas e as obrigava a pedir esmolas nas ruas

Por TV Jangadeiro em Segurança Pública

11 de outubro de 2019 às 12:56

Há 9 meses

Segundo uma das mulheres, as agressões aconteciam quando a mãe das crianças estava dormindo (FOTO: TV Jangadeiro/SBT)

Duas irmãs afirmam que estão recebendo ameaças de morte do próprio pai após denunciarem estupros ocorridos na adolescência. Uma delas registrou Boletim de Ocorrência na tarde da última quinta-feira (10). A outra mulher já havia denunciado o homem de 62 anos por agressões ocorridas no último final de semana durante uma reunião familiar.

“Ele disse que se a gente levasse o caso adiante, ele nos matava. Disse que, se fosse preso, levaria eu ou minha irmã para o inferno”, conta a mulher de 41 anos, que realizou a denúncia mais recente. De acordo com ela, o pai sempre foi violento, agredia a mãe das crianças, abusava de outras duas filhas e as obrigava a pedir esmolas nas ruas.

A primeira denunciante relembra que, para fugir dos abusos, chegou a morar com outros familiares na infância. Apesar das denúncias, as irmãs afirmam receber descrédito da família. “Alguns familiares deram apoio, mas outros ficaram revoltados com a situação. A dor maior é minha mãe não acreditar e ser a favor dele. Alguns estupros aconteceram enquanto ela dormia”, recorda.

As duas pedem justiça e esperam que o pai seja preso. “Quero que ele pague pelo crime que ele cometeu. Não quero nada mais do que a justiça. Não fomos nós quem fizemos mal a ele. Foi ele quem nos fez mal”, argumenta.

Confira mais na reportagem do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT.

Publicidade

Dê sua opinião

RELAÇÃO ABUSIVA

Filhas denunciam ameaças de morte após acusarem pai por estupros em Fortaleza

Segundo uma das denunciantes, o pai sempre foi violento, agredia a mãe das crianças, abusava de outras duas filhas e as obrigava a pedir esmolas nas ruas

Por TV Jangadeiro em Segurança Pública

11 de outubro de 2019 às 12:56

Há 9 meses

Segundo uma das mulheres, as agressões aconteciam quando a mãe das crianças estava dormindo (FOTO: TV Jangadeiro/SBT)

Duas irmãs afirmam que estão recebendo ameaças de morte do próprio pai após denunciarem estupros ocorridos na adolescência. Uma delas registrou Boletim de Ocorrência na tarde da última quinta-feira (10). A outra mulher já havia denunciado o homem de 62 anos por agressões ocorridas no último final de semana durante uma reunião familiar.

“Ele disse que se a gente levasse o caso adiante, ele nos matava. Disse que, se fosse preso, levaria eu ou minha irmã para o inferno”, conta a mulher de 41 anos, que realizou a denúncia mais recente. De acordo com ela, o pai sempre foi violento, agredia a mãe das crianças, abusava de outras duas filhas e as obrigava a pedir esmolas nas ruas.

A primeira denunciante relembra que, para fugir dos abusos, chegou a morar com outros familiares na infância. Apesar das denúncias, as irmãs afirmam receber descrédito da família. “Alguns familiares deram apoio, mas outros ficaram revoltados com a situação. A dor maior é minha mãe não acreditar e ser a favor dele. Alguns estupros aconteceram enquanto ela dormia”, recorda.

As duas pedem justiça e esperam que o pai seja preso. “Quero que ele pague pelo crime que ele cometeu. Não quero nada mais do que a justiça. Não fomos nós quem fizemos mal a ele. Foi ele quem nos fez mal”, argumenta.

Confira mais na reportagem do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT.