Filho quer recuperar carro e levar mãe doente às sessões de quimio

FAMÍLIA PREOCUPADA

Filho quer recuperar carro furtado e poder levar mãe doente às sessões de quimioterapia

O Voyage de cor branca e placa HVT 0630 foi roubado na frente da casa do proprietário, que costumava vigiar o carro à noite, mas acabou cochilando naquele dia

Por TV Jangadeiro em Segurança Pública

17 de dezembro de 2019 às 11:12

Há 7 meses

O homem não sabe mais o que fazer para levar a mãe ao médico (FOTO: TV Jangadeiro/SBT)

Para um homem, que prefere não ser identificado, seu carro tinha uma utilidade principal: levar a mãe às sessões de quimioterapia que ela realiza. Apesar do esforço para a compra, demorou dois dias para o automóvel ser furtado, no bairro Álvaro Weyne, em Fortaleza, no último domingo (15). Agora, o filho se pergunta como levará a mãe ao médico, pois a matriarca sofre com um câncer avançado, não anda e não enxerga.

A compra do carro precisou de um investimento de mais de R$ 4 mil. Para atingir o valor, o filho vendeu a moto que utilizava para ir trabalhar. Sem garagem, o homem estacionava o veículo na frente de casa. Durante a noite, nada de dormir, pois era hora de vigiar o resultado de seu sacrifício. Mas por volta das 5h30, durante um cochilo, ocorreu o furto do Voyage (1990) de cor branca e placa HVT 0630.

Nas lembranças do proprietário, o momento em que perceberam a ausência do veículo foi de muita tristeza para toda a família. “Foi um desespero total. Meus filhos começaram a chorar. Eu lamentei muito. Todo aquele esforço que a gente fez acabou em nada. Minha mãe ficou bem abalada”, recorda o homem, citando a mãe, cuja saúde é a principal preocupação do filho.

Há três anos, a matriarca da família sofre com câncer. A doença já atingiu outras partes do corpo, afetando principalmente a mobilidade e a visão. Além de não saber como fazer para levar a mãe às consultas, o filho também perdeu as esperanças de encontrar o veículo.

“Não tenho mais perspectiva de ver o veículo novamente. Mas espero que alguém veja, ligue para a polícia. Não é um carro que vai ser utilizado para brincadeira. É para cuidar da saúde de uma pessoa doente”, pondera o filho.

Caso o automóvel seja encontrado, basta acionar a Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), por meio do telefone 190 e informar a localização do veículo.

Confira mais na reportagem do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, às 12h05 desta terça-feira (17).

Publicidade

Dê sua opinião

FAMÍLIA PREOCUPADA

Filho quer recuperar carro furtado e poder levar mãe doente às sessões de quimioterapia

O Voyage de cor branca e placa HVT 0630 foi roubado na frente da casa do proprietário, que costumava vigiar o carro à noite, mas acabou cochilando naquele dia

Por TV Jangadeiro em Segurança Pública

17 de dezembro de 2019 às 11:12

Há 7 meses

O homem não sabe mais o que fazer para levar a mãe ao médico (FOTO: TV Jangadeiro/SBT)

Para um homem, que prefere não ser identificado, seu carro tinha uma utilidade principal: levar a mãe às sessões de quimioterapia que ela realiza. Apesar do esforço para a compra, demorou dois dias para o automóvel ser furtado, no bairro Álvaro Weyne, em Fortaleza, no último domingo (15). Agora, o filho se pergunta como levará a mãe ao médico, pois a matriarca sofre com um câncer avançado, não anda e não enxerga.

A compra do carro precisou de um investimento de mais de R$ 4 mil. Para atingir o valor, o filho vendeu a moto que utilizava para ir trabalhar. Sem garagem, o homem estacionava o veículo na frente de casa. Durante a noite, nada de dormir, pois era hora de vigiar o resultado de seu sacrifício. Mas por volta das 5h30, durante um cochilo, ocorreu o furto do Voyage (1990) de cor branca e placa HVT 0630.

Nas lembranças do proprietário, o momento em que perceberam a ausência do veículo foi de muita tristeza para toda a família. “Foi um desespero total. Meus filhos começaram a chorar. Eu lamentei muito. Todo aquele esforço que a gente fez acabou em nada. Minha mãe ficou bem abalada”, recorda o homem, citando a mãe, cuja saúde é a principal preocupação do filho.

Há três anos, a matriarca da família sofre com câncer. A doença já atingiu outras partes do corpo, afetando principalmente a mobilidade e a visão. Além de não saber como fazer para levar a mãe às consultas, o filho também perdeu as esperanças de encontrar o veículo.

“Não tenho mais perspectiva de ver o veículo novamente. Mas espero que alguém veja, ligue para a polícia. Não é um carro que vai ser utilizado para brincadeira. É para cuidar da saúde de uma pessoa doente”, pondera o filho.

Caso o automóvel seja encontrado, basta acionar a Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), por meio do telefone 190 e informar a localização do veículo.

Confira mais na reportagem do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, às 12h05 desta terça-feira (17).