Google registra explosão de buscas sobre Uruburetama após novas denúncias de abuso sexual

INDIGNAÇÃO NACIONAL

Google registra explosão de buscas sobre Uruburetama após novas denúncias de abuso sexual

A cidade de 20 mil habitantes virou tendência de buscas, segundo a ferramenta Google Trends, desde que surgiu uma nova onda de denúncias de que o prefeito e médico abusou sexualmente de pacientes em consultas ginecológicas

Por Crisneive Silveira em Segurança Pública

19 de julho de 2019 às 11:13

Há 2 meses

As vítimas e testemunhas foram convidadas a prestarem depoimento em Uruburetama e Cruz (FOTO: Arquivo)

A cidade de Uruburetama, na região norte do Ceará, a 110 km de Fortaleza, e com população de 20 mil habitantes, apareceu para o Brasil após novos vídeos mostrando abusos sexuais cometidos pelo prefeito afastado da cidade, José Hilson de Paiva. Ele, que também é médico, abusou de pacientes durante consultas ginecológicas e gravou os crimes.

O Google Trends, ferramenta que mostra os termos mais procurados na web, indica que o assunto tem despertado interesse dos internautas. Na última semana, até esta sexta-feira (19), o tema foi pesquisado em todo o Brasil, com exceção do Acre. Confira o resumo do caso aqui.

Para entender os gráficos

A ferramenta explica os números de interesse ao longo do tempo. “Os números representam o interesse de pesquisa relativo ao ponto mais alto no gráfico de uma determinada região em um dado período. Um valor de 100 representa o pico de popularidade de um termo. Um valor de 50 significa que o termo teve metade da popularidade. Uma pontuação de 0 significa que não havia dados suficientes sobre o termo”, contextualiza o Google.

Na última semana

Nos últimos sete dias, entre 12 e 19 de julho, o tema foi pesquisado em todo o Brasil, com exceção do Acre, conforme dados observados até às 9h12 desta sexta-feira (19). O pico de procura sobre o assunto ocorreu quando o programa Fantástico, da Rede Globo, exibiu a denúncia no último domingo (14).

O estado do Ceará lidera mais uma vez as buscas, onde o assunto chegou ao ápice de popularidade (100). Em seguida, vêm os estados do Piauí (8), Rio Grande do Norte (7), Maranhão (6) e Roraima (6).

Entre as consultas relacionadas, os principais termos procurados nos últimos sete dias foram, por ordem: uruburetama prefeito, prefeito, prefeito de uruburetama, médico uruburetama e médico.

Já na busca de assuntos relacionados, estão: Uruburetama – Município no Ceará, Prefeito – Assunto, Vídeo – Formato do arquivo, Médico – Profissão e Ceará – Estado brasileiro.

Caso Uruburetama
1/3

Caso Uruburetama

Ferramenta do Google mostra interesse dos brasileiros pelo assunto nos últimos 7 dias. (FOTO: Reprodução/Google Trends)

Caso Uruburetama
2/3

Caso Uruburetama

Ferramenta do Google mostra interesse dos brasileiros pelo assunto nos últimos 7 dias. (FOTO: Reprodução/Google Trends)

Caso Uruburetama
3/3

Caso Uruburetama

Ferramenta do Google mostra interesse dos brasileiros pelo assunto nos últimos 7 dias. (FOTO: Reprodução/Google Trends)

Nos útimos 12 meses

De 22 de julho de 2018 a 20 de julho de 2019, o boom de procuras teve início na semana entre 14 (domingo) a 20 de julho (sábado) deste ano. Com exceção dos estados do Pará, Tocantins, Alagoas, Acre, Rondônia e Rio Grande do Sul, todas as outras unidades da Federação têm pesquisado taxas consideráveis sobre o assunto. O Ceará, até às 9h12 desta sexta-feira, mantém o pico de procuras sobre o caso (100), seguido dos estados do Amapá (7), Piauí (4), Distrito Federal (3) e Pernambuco (2).

Entre as consultas relacionadas, os termos mais procurados são: prefeito de Uruburetama, prefeitura de uruburetama e edital Uruburetama.

Nos assuntos relacionados, as cinco principais buscas são por: Uruburetama – Município no Ceará, Prefeito – Assunto, Ceará – Estado brasileiro, Fortaleza – Município no Ceará, Distância – Assunto.

Caso Uruburetama
1/3

Caso Uruburetama

Ferramenta do Google mostra interesse dos brasileiros pelo assunto nos últimos 12 meses. (FOTO: Reprodução/Google Trends)

Caso Uruburetama
2/3

Caso Uruburetama

Ferramenta do Google mostra interesse dos brasileiros pelo assunto nos últimos 12 meses. (FOTO: Reprodução/Google Trends)

Caso Uruburetama
3/3

Caso Uruburetama

Ferramenta do Google mostra interesse dos brasileiros pelo assunto nos últimos 12 meses. (FOTO: Reprodução/Google Trends)

Entenda o caso

Afastado do cargo de prefeito de Uruburetama e expulso de seu partido, o PCdoB, José Hilson de Paiva, de 70 anos, é acusado de abusar sexualmente e pacientes durante atendimento no hospital municipal e numa clínica particular da cidade e também no município de Cruz, a 150km de distância.

Médico clínico geral, ele atuava também como ginecologista mesmo sem a especialidade. O suspeito é alvo de denúncias há pelo menos três décadas, desde 1986. Defensoria Pública e OAB estiveram na cidade para dar suporte a vítimas.

Pelo menos 63 vídeos que mostram 23 mulheres, onde 17 podem ter sido abusadas, foram entregues ao Ministério Público do Ceará. A Promotoria de Justiça de Uruburetama investiga o caso. O MP pediu a prisão preventiva do acusado e procura vítimas recentes para evitar impunidade do médico. Uma comissão de apoio às vítimas, formada pela Defensoria Pública, OAB e outras entidades,  foi visitar a cidade para dar suporte psicológico e jurídico.

Defesa

A defesa do médico alega que os vídeos nos quais ele aparece abusando sexualmente de pacientes não são recentes, já que José Hilson não faz mais atendimentos desde 2017.

Publicidade

Dê sua opinião

INDIGNAÇÃO NACIONAL

Google registra explosão de buscas sobre Uruburetama após novas denúncias de abuso sexual

A cidade de 20 mil habitantes virou tendência de buscas, segundo a ferramenta Google Trends, desde que surgiu uma nova onda de denúncias de que o prefeito e médico abusou sexualmente de pacientes em consultas ginecológicas

Por Crisneive Silveira em Segurança Pública

19 de julho de 2019 às 11:13

Há 2 meses

As vítimas e testemunhas foram convidadas a prestarem depoimento em Uruburetama e Cruz (FOTO: Arquivo)

A cidade de Uruburetama, na região norte do Ceará, a 110 km de Fortaleza, e com população de 20 mil habitantes, apareceu para o Brasil após novos vídeos mostrando abusos sexuais cometidos pelo prefeito afastado da cidade, José Hilson de Paiva. Ele, que também é médico, abusou de pacientes durante consultas ginecológicas e gravou os crimes.

O Google Trends, ferramenta que mostra os termos mais procurados na web, indica que o assunto tem despertado interesse dos internautas. Na última semana, até esta sexta-feira (19), o tema foi pesquisado em todo o Brasil, com exceção do Acre. Confira o resumo do caso aqui.

Para entender os gráficos

A ferramenta explica os números de interesse ao longo do tempo. “Os números representam o interesse de pesquisa relativo ao ponto mais alto no gráfico de uma determinada região em um dado período. Um valor de 100 representa o pico de popularidade de um termo. Um valor de 50 significa que o termo teve metade da popularidade. Uma pontuação de 0 significa que não havia dados suficientes sobre o termo”, contextualiza o Google.

Na última semana

Nos últimos sete dias, entre 12 e 19 de julho, o tema foi pesquisado em todo o Brasil, com exceção do Acre, conforme dados observados até às 9h12 desta sexta-feira (19). O pico de procura sobre o assunto ocorreu quando o programa Fantástico, da Rede Globo, exibiu a denúncia no último domingo (14).

O estado do Ceará lidera mais uma vez as buscas, onde o assunto chegou ao ápice de popularidade (100). Em seguida, vêm os estados do Piauí (8), Rio Grande do Norte (7), Maranhão (6) e Roraima (6).

Entre as consultas relacionadas, os principais termos procurados nos últimos sete dias foram, por ordem: uruburetama prefeito, prefeito, prefeito de uruburetama, médico uruburetama e médico.

Já na busca de assuntos relacionados, estão: Uruburetama – Município no Ceará, Prefeito – Assunto, Vídeo – Formato do arquivo, Médico – Profissão e Ceará – Estado brasileiro.

Caso Uruburetama
1/3

Caso Uruburetama

Ferramenta do Google mostra interesse dos brasileiros pelo assunto nos últimos 7 dias. (FOTO: Reprodução/Google Trends)

Caso Uruburetama
2/3

Caso Uruburetama

Ferramenta do Google mostra interesse dos brasileiros pelo assunto nos últimos 7 dias. (FOTO: Reprodução/Google Trends)

Caso Uruburetama
3/3

Caso Uruburetama

Ferramenta do Google mostra interesse dos brasileiros pelo assunto nos últimos 7 dias. (FOTO: Reprodução/Google Trends)

Nos útimos 12 meses

De 22 de julho de 2018 a 20 de julho de 2019, o boom de procuras teve início na semana entre 14 (domingo) a 20 de julho (sábado) deste ano. Com exceção dos estados do Pará, Tocantins, Alagoas, Acre, Rondônia e Rio Grande do Sul, todas as outras unidades da Federação têm pesquisado taxas consideráveis sobre o assunto. O Ceará, até às 9h12 desta sexta-feira, mantém o pico de procuras sobre o caso (100), seguido dos estados do Amapá (7), Piauí (4), Distrito Federal (3) e Pernambuco (2).

Entre as consultas relacionadas, os termos mais procurados são: prefeito de Uruburetama, prefeitura de uruburetama e edital Uruburetama.

Nos assuntos relacionados, as cinco principais buscas são por: Uruburetama – Município no Ceará, Prefeito – Assunto, Ceará – Estado brasileiro, Fortaleza – Município no Ceará, Distância – Assunto.

Caso Uruburetama
1/3

Caso Uruburetama

Ferramenta do Google mostra interesse dos brasileiros pelo assunto nos últimos 12 meses. (FOTO: Reprodução/Google Trends)

Caso Uruburetama
2/3

Caso Uruburetama

Ferramenta do Google mostra interesse dos brasileiros pelo assunto nos últimos 12 meses. (FOTO: Reprodução/Google Trends)

Caso Uruburetama
3/3

Caso Uruburetama

Ferramenta do Google mostra interesse dos brasileiros pelo assunto nos últimos 12 meses. (FOTO: Reprodução/Google Trends)

Entenda o caso

Afastado do cargo de prefeito de Uruburetama e expulso de seu partido, o PCdoB, José Hilson de Paiva, de 70 anos, é acusado de abusar sexualmente e pacientes durante atendimento no hospital municipal e numa clínica particular da cidade e também no município de Cruz, a 150km de distância.

Médico clínico geral, ele atuava também como ginecologista mesmo sem a especialidade. O suspeito é alvo de denúncias há pelo menos três décadas, desde 1986. Defensoria Pública e OAB estiveram na cidade para dar suporte a vítimas.

Pelo menos 63 vídeos que mostram 23 mulheres, onde 17 podem ter sido abusadas, foram entregues ao Ministério Público do Ceará. A Promotoria de Justiça de Uruburetama investiga o caso. O MP pediu a prisão preventiva do acusado e procura vítimas recentes para evitar impunidade do médico. Uma comissão de apoio às vítimas, formada pela Defensoria Pública, OAB e outras entidades,  foi visitar a cidade para dar suporte psicológico e jurídico.

Defesa

A defesa do médico alega que os vídeos nos quais ele aparece abusando sexualmente de pacientes não são recentes, já que José Hilson não faz mais atendimentos desde 2017.