Homem diz que sofreu tortura após descobrir abuso sexual de conselheiro tutelar às filhas

CASO SOB INVESTIGAÇÃO

Homem diz que sofreu tortura após descobrir abuso sexual de conselheiro tutelar às filhas

O conselheiro tutelar Jonatas Vieira, acusado de abusar sexualmente de jovem de 15 anos e de assediar a irmã de 14, está foragido

Por TV Jangadeiro em Segurança Pública

29 de julho de 2019 às 13:09

Há 3 meses

No prédio onde o órgão funciona, ninguém estava e os telefones disponibilizados de duas conselheiras não estavam recebendo ligações (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

O conselheiro tutelar Jonatas Vieira é acusado de abusar sexualmente de uma adolescente 15 anos e assediar pela internet a irmã dela, de 14 anos, em Choró, no Sertão Central do Ceará. O suspeito está foragido.

O programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, esteve na cidade e conversou com o pai das garotas, que relata ter sofrido uma tentativa de homicídio após descobrir os abusos. Ele conta que a família morava em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza, e decidiu se mudar para Choró, porque as adolescentes “davam muito trabalho, viviam na rua, não queriam frequentar a escola”.

“Minha esposa é natural de Choró e disse que as coisas iam ser melhores aqui. Vendi um imóvel para vir para cá. Procuramos o Conselho Tutelar daqui para conseguir ajuda e teve início o envolvimento desse rapaz (o acusado) com minhas filhas”, relembra o pai das vítimas.

Segundo ele, Jonatas chegou a tentar prejudicar a família das adolescentes, denunciando-os por abandono de incapaz. O pai também relata ter sido vítima de uma tentativa de homicídio após descobrir o envolvimento da filha com o conselheiro tutelar e comentar com uma conhecida.

“Fiz um comentário para uma agente de saúde, que traiu minha confiança e espalhou. Fui na casa de um irmão dele (de Jonatas) para pegar água da cisterna. Ele puxou conversa, lembrou a situação, ‘tacou’ a trava da porta na minha cabeça. Caí, sangrando. Ele ‘me deu de pau’. Me lembro de passar de 20 a 25 minutos sendo torturado. Apareceu alguém para pedir para ele não me matar. Mesmo quando apareceu testemunha, disse que eu ia morrer”, conta o homem, que levou quatro meses para se recuperar dos ferimentos.

O pai das vítimas também revela que a família pretende se mudar para outro município, por medo do que possa acontecer. “Na segunda-feira (29), vocês já não encontram mais a gente aqui em Choró”, assegura.

O assunto está sendo comentado em toda a cidade. Moradores da região afirmam que o suspeito era “uma pessoa boa, uma pessoa calma”. Ao mesmo tempo, a população se diz chocada com os crimes imputados ao conselheiro.

No centro de Choró, a TV Jangadeiro foi em busca do Conselho Tutelar. No prédio onde o órgão funciona, ninguém estava e os telefones disponibilizados de duas conselheiras não estavam recebendo ligações.

Confira a reportagem completa do programa Barra Pesada:

Publicidade

Dê sua opinião

CASO SOB INVESTIGAÇÃO

Homem diz que sofreu tortura após descobrir abuso sexual de conselheiro tutelar às filhas

O conselheiro tutelar Jonatas Vieira, acusado de abusar sexualmente de jovem de 15 anos e de assediar a irmã de 14, está foragido

Por TV Jangadeiro em Segurança Pública

29 de julho de 2019 às 13:09

Há 3 meses

No prédio onde o órgão funciona, ninguém estava e os telefones disponibilizados de duas conselheiras não estavam recebendo ligações (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

O conselheiro tutelar Jonatas Vieira é acusado de abusar sexualmente de uma adolescente 15 anos e assediar pela internet a irmã dela, de 14 anos, em Choró, no Sertão Central do Ceará. O suspeito está foragido.

O programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, esteve na cidade e conversou com o pai das garotas, que relata ter sofrido uma tentativa de homicídio após descobrir os abusos. Ele conta que a família morava em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza, e decidiu se mudar para Choró, porque as adolescentes “davam muito trabalho, viviam na rua, não queriam frequentar a escola”.

“Minha esposa é natural de Choró e disse que as coisas iam ser melhores aqui. Vendi um imóvel para vir para cá. Procuramos o Conselho Tutelar daqui para conseguir ajuda e teve início o envolvimento desse rapaz (o acusado) com minhas filhas”, relembra o pai das vítimas.

Segundo ele, Jonatas chegou a tentar prejudicar a família das adolescentes, denunciando-os por abandono de incapaz. O pai também relata ter sido vítima de uma tentativa de homicídio após descobrir o envolvimento da filha com o conselheiro tutelar e comentar com uma conhecida.

“Fiz um comentário para uma agente de saúde, que traiu minha confiança e espalhou. Fui na casa de um irmão dele (de Jonatas) para pegar água da cisterna. Ele puxou conversa, lembrou a situação, ‘tacou’ a trava da porta na minha cabeça. Caí, sangrando. Ele ‘me deu de pau’. Me lembro de passar de 20 a 25 minutos sendo torturado. Apareceu alguém para pedir para ele não me matar. Mesmo quando apareceu testemunha, disse que eu ia morrer”, conta o homem, que levou quatro meses para se recuperar dos ferimentos.

O pai das vítimas também revela que a família pretende se mudar para outro município, por medo do que possa acontecer. “Na segunda-feira (29), vocês já não encontram mais a gente aqui em Choró”, assegura.

O assunto está sendo comentado em toda a cidade. Moradores da região afirmam que o suspeito era “uma pessoa boa, uma pessoa calma”. Ao mesmo tempo, a população se diz chocada com os crimes imputados ao conselheiro.

No centro de Choró, a TV Jangadeiro foi em busca do Conselho Tutelar. No prédio onde o órgão funciona, ninguém estava e os telefones disponibilizados de duas conselheiras não estavam recebendo ligações.

Confira a reportagem completa do programa Barra Pesada: