Justiça do Ceará nega pedido de prisão de namorado de empresária

TV JANGADEIRO APUROU

Justiça do Ceará nega pedido de prisão de namorado de empresária

O advogado Aldemir Pessoa era namorado de Jamile Correia. Ela morreu no último dia 31 de agosto, no Instituto Dr. José Frota, após ser atingida na noite do dia 29 por um disparo de arma de fogo.

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

19 de setembro de 2019 às 19:31

Há 4 semanas
Inicialmente, a morte da empresária Jamile de Oliveira Correia foi tratada como suicídio (FOTO: Reprodução/WhatsApp)

Inicialmente, a morte da empresária Jamile de Oliveira Correia foi tratada como suicídio (FOTO: Reprodução/WhatsApp)

A Justiça negou o pedido de prisão do advogado Aldemir Pessoa Júnior, namorado da empresária Jamile de Oliveira Correia, morta no último dia 31 de agosto. A TV Jangadeiro apurou que o pedido foi apresentado pela Polícia Civil, mas acabou sendo negado pela Justiça do Ceará. Essa negativa teria sido na quarta-feira.

Aldemir era namorado de Jamile Correia. Ela morreu no último dia 31, no Instituto Dr. José Frota (IJF), após ser atingida na noite do dia 29 por um disparo de arma de fogo.

Inicialmente, o caso chegou a ser tratado como suicídio, mas há investigações relacionadas à suspeita de assassinato. Também foi concedido um mandado de busca. A arma que baleou Jamile é uma pistola 380.

Herança

A herança deixada pelo ex-marido da empresária conta com mais de 20 imóveis localizados em área nobre de Fortaleza. Essa é uma informação apurada pelo Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT. Os bens do empresário José Aloísio, marido de Jamile que faleceu em 2017, estão em processo de inventário.

Uma procuração assinada por Jamile, dez dias antes da morte da própria morte, atribuiu ao namorado, o advogado Aldemir Pessoa Júnior, poder para representá-la na Justiça no processo de inventário dos bens do marido. Na prática, o documento não dava ao advogado poder sobre os bens.

Acompanhe o caso:

19/9 – Herança deixada por ex-marido de empresária que morreu conta com mais de 20 imóveis na área nobre

18/9 – Amigos e familiares fazem manifestação no dia em que empresária completaria 47 anos

18/9 – Médico diz que trajetória de bala que matou empresária não é habitual de suicídio

18/9 – Polícia investiga se namorado suspeito de matar empresária respondeu mensagens no celular dela

18/9 – 10 dias antes da morte, empresária assinou procuração dando direitos a namorado suspeito de feminicídio

17/9 – Caso tratatado como suicídio tem reviravolta, e namorado de empresária vira suspeito de feminicídio

Publicidade

Dê sua opinião

TV JANGADEIRO APUROU

Justiça do Ceará nega pedido de prisão de namorado de empresária

O advogado Aldemir Pessoa era namorado de Jamile Correia. Ela morreu no último dia 31 de agosto, no Instituto Dr. José Frota, após ser atingida na noite do dia 29 por um disparo de arma de fogo.

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

19 de setembro de 2019 às 19:31

Há 4 semanas
Inicialmente, a morte da empresária Jamile de Oliveira Correia foi tratada como suicídio (FOTO: Reprodução/WhatsApp)

Inicialmente, a morte da empresária Jamile de Oliveira Correia foi tratada como suicídio (FOTO: Reprodução/WhatsApp)

A Justiça negou o pedido de prisão do advogado Aldemir Pessoa Júnior, namorado da empresária Jamile de Oliveira Correia, morta no último dia 31 de agosto. A TV Jangadeiro apurou que o pedido foi apresentado pela Polícia Civil, mas acabou sendo negado pela Justiça do Ceará. Essa negativa teria sido na quarta-feira.

Aldemir era namorado de Jamile Correia. Ela morreu no último dia 31, no Instituto Dr. José Frota (IJF), após ser atingida na noite do dia 29 por um disparo de arma de fogo.

Inicialmente, o caso chegou a ser tratado como suicídio, mas há investigações relacionadas à suspeita de assassinato. Também foi concedido um mandado de busca. A arma que baleou Jamile é uma pistola 380.

Herança

A herança deixada pelo ex-marido da empresária conta com mais de 20 imóveis localizados em área nobre de Fortaleza. Essa é uma informação apurada pelo Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT. Os bens do empresário José Aloísio, marido de Jamile que faleceu em 2017, estão em processo de inventário.

Uma procuração assinada por Jamile, dez dias antes da morte da própria morte, atribuiu ao namorado, o advogado Aldemir Pessoa Júnior, poder para representá-la na Justiça no processo de inventário dos bens do marido. Na prática, o documento não dava ao advogado poder sobre os bens.

Acompanhe o caso:

19/9 – Herança deixada por ex-marido de empresária que morreu conta com mais de 20 imóveis na área nobre

18/9 – Amigos e familiares fazem manifestação no dia em que empresária completaria 47 anos

18/9 – Médico diz que trajetória de bala que matou empresária não é habitual de suicídio

18/9 – Polícia investiga se namorado suspeito de matar empresária respondeu mensagens no celular dela

18/9 – 10 dias antes da morte, empresária assinou procuração dando direitos a namorado suspeito de feminicídio

17/9 – Caso tratatado como suicídio tem reviravolta, e namorado de empresária vira suspeito de feminicídio