Novo vídeo mostra início de ação que deixou policial morto em Fortaleza


Novo vídeo mostra início de ação que deixou policial morto em Fortaleza

Em uma das imagens, é possível ver o momento em que o policial é baleado na lan house; caso gerou comoção nas redes sociais

Por Roberta Tavares em Segurança Pública

9 de junho de 2015 às 08:00

Há 5 anos

A polícia divulgou novos vídeos do assalto que resultou na morte de um policial civil em Fortaleza. O caso aconteceu na tarde de segunda-feira (8), em uma lan house na Rua João Tomé, Bairro Monte Castelo.

Uma das imagens de circuito interno mostra a ação em outro ângulo, quando três homens invadem o local e anunciam o assalto. Durante a revista, o suspeito percebeu que o policial civil Antônio Márcio Rios de Sousa, de 33 anos, estava armado. Depois de luta corporal, o agente efetua disparos, mas outro assaltante atira contra ele. O trio fugiu em um carro de cor vermelha e ainda levou a pistola do agente.

[uol video=”http://mais.uol.com.br/view/15500435″]

Outro vídeo registra o socorro prestado ao policial por PMs do Rondo do Quarteirão. Antônio Márcio Rios é colocado na viatura e encaminhado ao Instituto Dr. José Frota (IJF), no Centro. O inspetor estava internado na sala de reanimação em estado gravíssimo, mas não resistiu aos ferimentos.

[uol video=”http://mais.uol.com.br/view/15500431″]

Mortes e prisões

Dentro do carro utilizado na fuga, morreu um dos suspeitos Fagner Eysenhower Tomaz de Aquino, de 33 anos. Os outros bandidos abandonaram o veículo, no Bairro Vila Velha, e fugiram a pé. Após cerco policial, Emanuel César Oliveira Magalhães, de 18 anos, acabou baleado. Mário Keyton Almeida de Sousa, de 20 anos, e Francisco Erivaldo Norberto, de 45 anos, foram presos. A polícia segue as buscas por um quinto suspeito.

Redes sociais

A morte do policial gerou comoção nas redes sociais. Em grupos da polícia no Facebook, internautas reclamam da insegurança na capital. “Onde iremos chegar com tanta violência? Deus, olhe por cada um desses guerreiros, que põem suas vidas em riscos, todos os dias por nossa sociedade”, diz uma das publicações.

Segundo Gustavo Simplício, presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Ceará (Sinpol), a vítima morreria de qualquer jeito, mesmo sem reagir ao assalto. Para ele, os policiais são alvos preferenciais dos bandidos, porque estão armados. Esse é o segundo policial civil que morre em assalto em 2015.

Publicidade

Dê sua opinião

Novo vídeo mostra início de ação que deixou policial morto em Fortaleza

Em uma das imagens, é possível ver o momento em que o policial é baleado na lan house; caso gerou comoção nas redes sociais

Por Roberta Tavares em Segurança Pública

9 de junho de 2015 às 08:00

Há 5 anos

A polícia divulgou novos vídeos do assalto que resultou na morte de um policial civil em Fortaleza. O caso aconteceu na tarde de segunda-feira (8), em uma lan house na Rua João Tomé, Bairro Monte Castelo.

Uma das imagens de circuito interno mostra a ação em outro ângulo, quando três homens invadem o local e anunciam o assalto. Durante a revista, o suspeito percebeu que o policial civil Antônio Márcio Rios de Sousa, de 33 anos, estava armado. Depois de luta corporal, o agente efetua disparos, mas outro assaltante atira contra ele. O trio fugiu em um carro de cor vermelha e ainda levou a pistola do agente.

[uol video=”http://mais.uol.com.br/view/15500435″]

Outro vídeo registra o socorro prestado ao policial por PMs do Rondo do Quarteirão. Antônio Márcio Rios é colocado na viatura e encaminhado ao Instituto Dr. José Frota (IJF), no Centro. O inspetor estava internado na sala de reanimação em estado gravíssimo, mas não resistiu aos ferimentos.

[uol video=”http://mais.uol.com.br/view/15500431″]

Mortes e prisões

Dentro do carro utilizado na fuga, morreu um dos suspeitos Fagner Eysenhower Tomaz de Aquino, de 33 anos. Os outros bandidos abandonaram o veículo, no Bairro Vila Velha, e fugiram a pé. Após cerco policial, Emanuel César Oliveira Magalhães, de 18 anos, acabou baleado. Mário Keyton Almeida de Sousa, de 20 anos, e Francisco Erivaldo Norberto, de 45 anos, foram presos. A polícia segue as buscas por um quinto suspeito.

Redes sociais

A morte do policial gerou comoção nas redes sociais. Em grupos da polícia no Facebook, internautas reclamam da insegurança na capital. “Onde iremos chegar com tanta violência? Deus, olhe por cada um desses guerreiros, que põem suas vidas em riscos, todos os dias por nossa sociedade”, diz uma das publicações.

Segundo Gustavo Simplício, presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Ceará (Sinpol), a vítima morreria de qualquer jeito, mesmo sem reagir ao assalto. Para ele, os policiais são alvos preferenciais dos bandidos, porque estão armados. Esse é o segundo policial civil que morre em assalto em 2015.