Operação apreende R$ 260 mil na casa de prefeito de Antonina do Norte

INVESTIGAÇÃO

Operação apreende R$ 260 mil na casa de prefeito de Antonina do Norte

Investigações do MP apontam fraudes em licitações, inexecução contratual e sobrepreço para execução de serviços com possível envolvimento de autoridade

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

28 de agosto de 2019 às 11:42

Há 4 semanas

“Operação Noteiras” cumpre 11 mandados de busca e apreensão em Antonina do Norte e outras cidades. (FOTO: Divulgação/MPCE)

A “Operação Noteiras” foi deflagrada na manhã desta quarta-feira (28), na cidade de Antonina do Norte, no Centro-Sul do Ceará. Foram cumpridos 11 mandados de busca e apreensão na Prefeitura do município, na casa do prefeito Evandro Arrais, do secretário de Obras, de empresários, e em empresas situadas em Juazeiro do Norte e Crato.

Foram apreendidos mais de R$ 260 mil em dinheiro vivo, além de um cofre. As ordens judiciais são decorrentes de investigações que apontam fraudes em licitações, entre outros crimes.

A ação foi feita pelo Ministério Público do Ceará (MPCE), por meio da Procuradoria de Justiça dos Crimes Contra a Administração Pública (Procap) e com o apoio de promotores de Justiça da região do Cariri e do Departamento Técnico Operacional (DTO).

Os mandados estão sendo cumpridos nas sedes da Prefeitura de Antonina do Norte e de empresas situadas em Juazeiro do Norte e Crato, bem como na casa do prefeito de Antonina do Norte, Evandro Arrais, do secretário municipal de Obras, Antonio Neto da Silva, e de empresários.

As ordens judiciais são decorrentes de procedimento investigatório criminal que tramita na Procap em segredo de Justiça. As investigações do MPCE apontam fraudes em licitações, inexecução contratual e sobrepreço para a execução do serviço de limpeza pública no município de Antonina do Norte, com possível participação de autoridade com foro por prerrogativa de função.

Publicidade

Dê sua opinião

INVESTIGAÇÃO

Operação apreende R$ 260 mil na casa de prefeito de Antonina do Norte

Investigações do MP apontam fraudes em licitações, inexecução contratual e sobrepreço para execução de serviços com possível envolvimento de autoridade

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

28 de agosto de 2019 às 11:42

Há 4 semanas

“Operação Noteiras” cumpre 11 mandados de busca e apreensão em Antonina do Norte e outras cidades. (FOTO: Divulgação/MPCE)

A “Operação Noteiras” foi deflagrada na manhã desta quarta-feira (28), na cidade de Antonina do Norte, no Centro-Sul do Ceará. Foram cumpridos 11 mandados de busca e apreensão na Prefeitura do município, na casa do prefeito Evandro Arrais, do secretário de Obras, de empresários, e em empresas situadas em Juazeiro do Norte e Crato.

Foram apreendidos mais de R$ 260 mil em dinheiro vivo, além de um cofre. As ordens judiciais são decorrentes de investigações que apontam fraudes em licitações, entre outros crimes.

A ação foi feita pelo Ministério Público do Ceará (MPCE), por meio da Procuradoria de Justiça dos Crimes Contra a Administração Pública (Procap) e com o apoio de promotores de Justiça da região do Cariri e do Departamento Técnico Operacional (DTO).

Os mandados estão sendo cumpridos nas sedes da Prefeitura de Antonina do Norte e de empresas situadas em Juazeiro do Norte e Crato, bem como na casa do prefeito de Antonina do Norte, Evandro Arrais, do secretário municipal de Obras, Antonio Neto da Silva, e de empresários.

As ordens judiciais são decorrentes de procedimento investigatório criminal que tramita na Procap em segredo de Justiça. As investigações do MPCE apontam fraudes em licitações, inexecução contratual e sobrepreço para a execução do serviço de limpeza pública no município de Antonina do Norte, com possível participação de autoridade com foro por prerrogativa de função.