Acusado de latrocínio se esconde embaixo da cama e comparsa registra falso BO

DISFARCE

Para despistar polícia, acusado de latrocínio se esconde embaixo da cama e comparsa registra falso BO

A dupla foi apreendida por envolvimento no latrocínio de um comerciante ocorrido no bairro Novo Mondubim, em Fortaleza, na manhã da última quarta-feira (4)

Por TV Jangadeiro em Segurança Pública

5 de dezembro de 2019 às 10:38

Há 2 meses

Os dois suspeitos são acusas de matar a tiros um comerciante no bairro Novo Mondubim (FOTO: TV Jangadeiro/SBT)

Um jovem registrou falso Boletim de Ocorrência. O outro, por sua vez, se escondeu embaixo da cama. Foi assim que um adolescente e um jovem maior de idade tentaram escapar da polícia. As táticas, no entanto, não funcionaram. A dupla foi apreendida por envolvimento no latrocínio de um comerciante ocorrido no bairro Novo Mondubim, em Fortaleza, na manhã da última quarta-feira (4).

No momento do crime, os acusados estavam em uma moto. Ao ser abordado pelos criminosos, Clairton Freitas da Costa, de 37 anos, jogou o carro em cima dos assaltantes. Em seguida, o comerciante foi morto a tiros. A motocicleta utilizada pelos suspeitos ficou presa ao automóvel, o que fez com que a dupla fugisse a pé.

Tentando despistar a polícia, um dos acusados registrou Boletim de Ocorrência no 19º Distrito Policial, informando que sua moto teria sido assaltada. Adriano Santos Oliveira, de 18 anos, pretendia recuperar o veículo. Os policiais estranharam a versão, foram ao local do crime e checaram as imagens de segurança. Não deu outra: Adriano confessou o delito e indicou onde estava o comparsa.

Segundo o delegado Paulo Renato Félix, os agentes de segurança chegaram à casa do jovem e foram informados que o rapaz não morava mais no local. Ao entrar no quarto, os agentes encontraram o adolescente de 17 anos escondido embaixo da cama e o apreenderam. Ele é apontado como o autor dos disparos que mataram a vítima.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o jovem de 18 anos foi autuado em flagrante por latrocínio, corrupção de menores, receptação e falsa comunicação de crime. Já o de 17, foi levado para a Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), onde foi lavrado um ato infracional análogo ao crime de latrocínio.

Confira mais na reportagem do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, às 12h05 desta quinta-feira.

Publicidade

Dê sua opinião

DISFARCE

Para despistar polícia, acusado de latrocínio se esconde embaixo da cama e comparsa registra falso BO

A dupla foi apreendida por envolvimento no latrocínio de um comerciante ocorrido no bairro Novo Mondubim, em Fortaleza, na manhã da última quarta-feira (4)

Por TV Jangadeiro em Segurança Pública

5 de dezembro de 2019 às 10:38

Há 2 meses

Os dois suspeitos são acusas de matar a tiros um comerciante no bairro Novo Mondubim (FOTO: TV Jangadeiro/SBT)

Um jovem registrou falso Boletim de Ocorrência. O outro, por sua vez, se escondeu embaixo da cama. Foi assim que um adolescente e um jovem maior de idade tentaram escapar da polícia. As táticas, no entanto, não funcionaram. A dupla foi apreendida por envolvimento no latrocínio de um comerciante ocorrido no bairro Novo Mondubim, em Fortaleza, na manhã da última quarta-feira (4).

No momento do crime, os acusados estavam em uma moto. Ao ser abordado pelos criminosos, Clairton Freitas da Costa, de 37 anos, jogou o carro em cima dos assaltantes. Em seguida, o comerciante foi morto a tiros. A motocicleta utilizada pelos suspeitos ficou presa ao automóvel, o que fez com que a dupla fugisse a pé.

Tentando despistar a polícia, um dos acusados registrou Boletim de Ocorrência no 19º Distrito Policial, informando que sua moto teria sido assaltada. Adriano Santos Oliveira, de 18 anos, pretendia recuperar o veículo. Os policiais estranharam a versão, foram ao local do crime e checaram as imagens de segurança. Não deu outra: Adriano confessou o delito e indicou onde estava o comparsa.

Segundo o delegado Paulo Renato Félix, os agentes de segurança chegaram à casa do jovem e foram informados que o rapaz não morava mais no local. Ao entrar no quarto, os agentes encontraram o adolescente de 17 anos escondido embaixo da cama e o apreenderam. Ele é apontado como o autor dos disparos que mataram a vítima.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o jovem de 18 anos foi autuado em flagrante por latrocínio, corrupção de menores, receptação e falsa comunicação de crime. Já o de 17, foi levado para a Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), onde foi lavrado um ato infracional análogo ao crime de latrocínio.

Confira mais na reportagem do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, às 12h05 desta quinta-feira.