Posto de gasolina é assaltado 2 vezes em 2h na Praia do Futuro

NA MADRUGADA

Posto de gasolina é assaltado duas vezes em duas horas na Praia do Futuro

Dono do estabelecimento afirma que criminoso ironizou e perguntou se já havia registrado BO referente ao primeiro assalto, ocorrido duas horas antes

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

30 de janeiro de 2020 às 09:32

Há 2 meses

Os criminosos chegaram a levar até mesmo um computador na segunda ocorrência da madrugada (FOTO: TV Jangadeiro/SBT)

Um posto de gasolina localizado na Praia do Futuro, em Fortaleza, foi assaltado duas vezes em menos de duas horas. Pelo menos dois funcionários estavam presentes na loja de conveniência no momento do crime. Segundo o dono do estabelecimento, os participantes do segundo assalto fizeram piada com a situação. “Já fizeram o B.O. do outro assalto?”, teria debochado um dos criminosos durante a ocorrência.

As duas situações foram registradas por câmeras de segurança na madrugada da última quarta-feira (29). A primeira ação foi às 2h40 e foi realizada por dois homens. A segunda contou com quatro pessoas e ocorreu às 4h43. No saldo dos dois assaltos, foram levados dinheiro, computador, latas de refrigerante, carteiras de cigarro, potes de sorvete e outros produtos retirados das prateleiras.

Há 19 anos trabalhando na Praia do Futuro, o proprietário afirma que o trecho “nunca foi tranquilo”. “A tendência é sempre de altos e baixos. Na alta estação e nas férias diminui, porque a polícia está lá fazendo o city tour. Agora que estão acabando as férias, ficamos a mercê da bandidagem”, avalia Amintas Araújo.

De acordo com o empresário, foram pelo menos sete assaltos em 2019. Já em 2012, o estabelecimento foi assalto 15 vezes em 15 dias seguidos. Segundo ele, a insegurança tem afetado o psicológico dos funcionários. “Tenho pena dos funcionários que estão lá. Eles ficam com trauma, pedem as contas, dizem que não vão mais trabalhar nesse horário. É cruel a questão psicológica, é um dano muito grande para o cara”, analisa.

Temendo o retorno dos assaltantes, o dono do posto pede ajuda à polícia. “O que a gente pede é que a polícia dê uma ajuda para a gente, passe por lá, dê uma conversada com a gente, porque é muito ruim para nós (passar por isso)”, afirma o empresário.

Confira mais detalhes na reportagem do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, às 12h05 desta quinta-feira (30).

Publicidade

Dê sua opinião

NA MADRUGADA

Posto de gasolina é assaltado duas vezes em duas horas na Praia do Futuro

Dono do estabelecimento afirma que criminoso ironizou e perguntou se já havia registrado BO referente ao primeiro assalto, ocorrido duas horas antes

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

30 de janeiro de 2020 às 09:32

Há 2 meses

Os criminosos chegaram a levar até mesmo um computador na segunda ocorrência da madrugada (FOTO: TV Jangadeiro/SBT)

Um posto de gasolina localizado na Praia do Futuro, em Fortaleza, foi assaltado duas vezes em menos de duas horas. Pelo menos dois funcionários estavam presentes na loja de conveniência no momento do crime. Segundo o dono do estabelecimento, os participantes do segundo assalto fizeram piada com a situação. “Já fizeram o B.O. do outro assalto?”, teria debochado um dos criminosos durante a ocorrência.

As duas situações foram registradas por câmeras de segurança na madrugada da última quarta-feira (29). A primeira ação foi às 2h40 e foi realizada por dois homens. A segunda contou com quatro pessoas e ocorreu às 4h43. No saldo dos dois assaltos, foram levados dinheiro, computador, latas de refrigerante, carteiras de cigarro, potes de sorvete e outros produtos retirados das prateleiras.

Há 19 anos trabalhando na Praia do Futuro, o proprietário afirma que o trecho “nunca foi tranquilo”. “A tendência é sempre de altos e baixos. Na alta estação e nas férias diminui, porque a polícia está lá fazendo o city tour. Agora que estão acabando as férias, ficamos a mercê da bandidagem”, avalia Amintas Araújo.

De acordo com o empresário, foram pelo menos sete assaltos em 2019. Já em 2012, o estabelecimento foi assalto 15 vezes em 15 dias seguidos. Segundo ele, a insegurança tem afetado o psicológico dos funcionários. “Tenho pena dos funcionários que estão lá. Eles ficam com trauma, pedem as contas, dizem que não vão mais trabalhar nesse horário. É cruel a questão psicológica, é um dano muito grande para o cara”, analisa.

Temendo o retorno dos assaltantes, o dono do posto pede ajuda à polícia. “O que a gente pede é que a polícia dê uma ajuda para a gente, passe por lá, dê uma conversada com a gente, porque é muito ruim para nós (passar por isso)”, afirma o empresário.

Confira mais detalhes na reportagem do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, às 12h05 desta quinta-feira (30).