Prefeito afastado de Uruburetama é denunciado à Justiça

URUBURETAMA

Prefeito afastado acusado de crimes sexuais em consultório médico é denunciado à Justiça

A sobrinha do prefeito também foi denunciada. Segundo o MP, ela procurou uma das vítimas a fim de coagi-la para que não buscasse as autoridades

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

3 de outubro de 2019 às 19:15

Há 9 meses
Médico é acusado de abusar sexualmente de mulheres durante consultas (FOTO: Reprodução)

Médico é acusado de abusar sexualmente de mulheres durante consultas (FOTO: Reprodução)

O prefeito afastado de Uruburetama, José Hilson de Paiva, e a sobrinha, Cristiane Cordeiro de Paiva, vereadora na mesma cidade, foram denunciados à Justiça pelo Ministério Público.

A denúncia, apresentada na última terça-feira (1), trata do caso de uma das mulheres que foi vítima de constrangimento e ato libidinoso enquanto o prefeito exercia a função de médico na cidade.

O acusado filmou o crime cometido e ameaçou a divulgação da mídia para o seu cônjuge, além de outras represálias e perseguições políticas, caso ela não cedesse reiteradas vezes às tentativas criminosas.

A segunda denunciada procurou a vítima a fim de coagi-la para que não buscasse as autoridades e orientando-a a assumir relacionamento extraconjugal consensual, sob pena de sofrer perseguições na cidade. A vítima só deixou de ser coagida pela acusada após prestar depoimento na Promotoria de Justiça.

O MPCE requereu que Hilson de Paiva seja condenado por conjunção carnal e prática de ato libidinoso, e Cristiane Cordeiro por tentativa interferir no processo.

Publicidade

Dê sua opinião

URUBURETAMA

Prefeito afastado acusado de crimes sexuais em consultório médico é denunciado à Justiça

A sobrinha do prefeito também foi denunciada. Segundo o MP, ela procurou uma das vítimas a fim de coagi-la para que não buscasse as autoridades

Por Tribuna do Ceará em Segurança Pública

3 de outubro de 2019 às 19:15

Há 9 meses
Médico é acusado de abusar sexualmente de mulheres durante consultas (FOTO: Reprodução)

Médico é acusado de abusar sexualmente de mulheres durante consultas (FOTO: Reprodução)

O prefeito afastado de Uruburetama, José Hilson de Paiva, e a sobrinha, Cristiane Cordeiro de Paiva, vereadora na mesma cidade, foram denunciados à Justiça pelo Ministério Público.

A denúncia, apresentada na última terça-feira (1), trata do caso de uma das mulheres que foi vítima de constrangimento e ato libidinoso enquanto o prefeito exercia a função de médico na cidade.

O acusado filmou o crime cometido e ameaçou a divulgação da mídia para o seu cônjuge, além de outras represálias e perseguições políticas, caso ela não cedesse reiteradas vezes às tentativas criminosas.

A segunda denunciada procurou a vítima a fim de coagi-la para que não buscasse as autoridades e orientando-a a assumir relacionamento extraconjugal consensual, sob pena de sofrer perseguições na cidade. A vítima só deixou de ser coagida pela acusada após prestar depoimento na Promotoria de Justiça.

O MPCE requereu que Hilson de Paiva seja condenado por conjunção carnal e prática de ato libidinoso, e Cristiane Cordeiro por tentativa interferir no processo.