Três adolescentes são feridos durante tiroteio em escola particular em Fortaleza

CORRERIA

Três adolescentes são feridos durante tiroteio em escola particular em Fortaleza

A ação durou pouco mais de 20 segundos e foi registrada por câmeras de segurança

Por TV Jangadeiro em Segurança Pública

16 de janeiro de 2020 às 09:17

Há 1 mês

A ação foi registrada por câmeras de segurança (FOTO: Reprodução/Whatsapp)

Uma partida de futebol foi interrompida por um tiroteio na quadra poliesportiva de uma escola particular no bairro bairro Planalto Ayrton Senna, em Fortaleza. Três pessoas foram baleadas durante a ocorrência, na noite da última quarta-feira (15). Os disparos foram efetuados por uma dupla não identificada.

Segundo testemunhas, os atiradores procuravam por um adolescente apontado como membro de uma facção criminosa rival. O rapaz, de 17 anos, foi alvejado na boca e no braço. Além dele, um menino de 15 anos e uma garota de 14 foram baleados nas costas. Os dois rapazes foram transferidos para o Instituto Doutor José Frota (IJF) e a menina foi levada para um hospital particular.

A ação durou pouco mais de 20 segundos e foi registrada por câmeras de segurança. As filmagens mostram que, ao se depararem com os atiradores, os jovens correram. Havia pessoas jogando e assistindo a partida. Um dos atiradores chegou a levantar o capacete. A dupla conseguiu fugir.

Vítimas estavam matriculadas em cursos

Procurados pelo Tribuna do Ceará, os funcionários da instituição não quiseram falar sobre o assunto.

Em nota publicada nas redes sociais, o Centro Educacional Doris Johnson afirma que os dois rapazes feridos no tiroteio estão matriculados em um projeto social sediado pela escola. O programa é desenvolvido e mantido pela Igreja Evangélica Assembleia de Deus Templo Central em Fortaleza, oferecendo cursos noturnos de futsal, jiu jitsu e outras atividades.

De acordo com o comunicado, o tiroteio é “um caso isolado”. “Estamos aguardando um parecer oficial e resolução do caso”, afirma a instituição no texto. O Centro Educacional ainda diz que “o projeto está a disposição dos pais e familiares para dar o apoio necessário, como também pede intensificação da segurança dentro da comunidade em que está inserido”.

Confira mais detalhes na reportagem do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, às 12h05 desta quinta-feira.

Publicidade

Dê sua opinião

CORRERIA

Três adolescentes são feridos durante tiroteio em escola particular em Fortaleza

A ação durou pouco mais de 20 segundos e foi registrada por câmeras de segurança

Por TV Jangadeiro em Segurança Pública

16 de janeiro de 2020 às 09:17

Há 1 mês

A ação foi registrada por câmeras de segurança (FOTO: Reprodução/Whatsapp)

Uma partida de futebol foi interrompida por um tiroteio na quadra poliesportiva de uma escola particular no bairro bairro Planalto Ayrton Senna, em Fortaleza. Três pessoas foram baleadas durante a ocorrência, na noite da última quarta-feira (15). Os disparos foram efetuados por uma dupla não identificada.

Segundo testemunhas, os atiradores procuravam por um adolescente apontado como membro de uma facção criminosa rival. O rapaz, de 17 anos, foi alvejado na boca e no braço. Além dele, um menino de 15 anos e uma garota de 14 foram baleados nas costas. Os dois rapazes foram transferidos para o Instituto Doutor José Frota (IJF) e a menina foi levada para um hospital particular.

A ação durou pouco mais de 20 segundos e foi registrada por câmeras de segurança. As filmagens mostram que, ao se depararem com os atiradores, os jovens correram. Havia pessoas jogando e assistindo a partida. Um dos atiradores chegou a levantar o capacete. A dupla conseguiu fugir.

Vítimas estavam matriculadas em cursos

Procurados pelo Tribuna do Ceará, os funcionários da instituição não quiseram falar sobre o assunto.

Em nota publicada nas redes sociais, o Centro Educacional Doris Johnson afirma que os dois rapazes feridos no tiroteio estão matriculados em um projeto social sediado pela escola. O programa é desenvolvido e mantido pela Igreja Evangélica Assembleia de Deus Templo Central em Fortaleza, oferecendo cursos noturnos de futsal, jiu jitsu e outras atividades.

De acordo com o comunicado, o tiroteio é “um caso isolado”. “Estamos aguardando um parecer oficial e resolução do caso”, afirma a instituição no texto. O Centro Educacional ainda diz que “o projeto está a disposição dos pais e familiares para dar o apoio necessário, como também pede intensificação da segurança dentro da comunidade em que está inserido”.

Confira mais detalhes na reportagem do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT, às 12h05 desta quinta-feira.