"Aproveito as adversidades para impulsionar minha vida"

QUAL O SEU EVEREST?

Rosier Alexandre: “Aproveito as adversidades para impulsionar minha vida”

A vida me ensinou que as adversidades podem tem um imenso poder positivo nas nossas vidas. Não é a sorte quem desenha o nosso futuro, mas como reagimos às adversidades que surgem para nós.

Por Tribuna do Ceará em Rosier Alexandre

27 de abril de 2020 às 11:10

Há 4 semanas

Podem acreditar: somos mais fortes do que pensamos. Desde cedo eu tive que botar a cabeça para trabalhar de forma crítica a meu favor para me livrar da extrema pobreza. Ainda bem que funcionou!

A vida me ensinou que as adversidades podem tem um imenso poder positivo nas nossas vidas. Não é a sorte quem desenha o nosso futuro, mas como reagimos às adversidades que surgem para nós.

Por muito tempo, quando algo me incomodava, eu reclamava da sorte, me irritava e perguntava: “por que isso acontece comigo?”. Essa postura que eu adotava não me ajudava em nada, pelo contrário, apenas prolongava o meu sofrimento e eu continuava no mesmo lugar. Quando mudei o jeito de ver as adversidades, no momento que elas surgiam, eu reformulava a pergunta: “o que isso quer me dizer? O que posso aprender com isso?”. Esta simples mudança no jeito de ver as dificuldades me ajudou a mudar as minhas atitudes e, com isso, consegui impulsionar a minha vida para outros patamares. Até hoje continuo fazendo este exercício, ele me ajudou a criar soluções, a escalar o Everest e várias outras montanhas que surgiram na minha vida, algumas sem que eu escolhesse.

Compartilho com vocês uma dica de livro que me ajudou a mudar a minha postura de forma mais efetiva diante de desafios, o título dele é: AS VANTAGENS DAS ADVERSIDADES. Ele é uma prova fiel do nosso poder de reinvenção e da nossa infinita capacidade de superação. O cientista norte americano Paul Stoltz, por muitos anos estudou o QA – Quociente de Adversidade, termo que ele utiliza para indicar o quanto uma pessoa consegue lidar com as adversidades, ele se juntou ao Erik Weihenmayer para escrever este livro. O Erik escalou os Sete Cumes, o mesmo projeto que eu executei, só que tem um abismo entre os nossos feitos: o Erik é cego e além de escalar altas montanhas, ele ainda esquia.

Com este livro tomei consciência que quem tem um “porquê” sempre encontra um “como”. Não perco mais tempo reclamando, uso meu tempo e minhas energias construindo a vida que desejo.

Boa semana e até a próxima semana.

Publicidade

Dê sua opinião

QUAL O SEU EVEREST?

Rosier Alexandre: “Aproveito as adversidades para impulsionar minha vida”

A vida me ensinou que as adversidades podem tem um imenso poder positivo nas nossas vidas. Não é a sorte quem desenha o nosso futuro, mas como reagimos às adversidades que surgem para nós.

Por Tribuna do Ceará em Rosier Alexandre

27 de abril de 2020 às 11:10

Há 4 semanas

Podem acreditar: somos mais fortes do que pensamos. Desde cedo eu tive que botar a cabeça para trabalhar de forma crítica a meu favor para me livrar da extrema pobreza. Ainda bem que funcionou!

A vida me ensinou que as adversidades podem tem um imenso poder positivo nas nossas vidas. Não é a sorte quem desenha o nosso futuro, mas como reagimos às adversidades que surgem para nós.

Por muito tempo, quando algo me incomodava, eu reclamava da sorte, me irritava e perguntava: “por que isso acontece comigo?”. Essa postura que eu adotava não me ajudava em nada, pelo contrário, apenas prolongava o meu sofrimento e eu continuava no mesmo lugar. Quando mudei o jeito de ver as adversidades, no momento que elas surgiam, eu reformulava a pergunta: “o que isso quer me dizer? O que posso aprender com isso?”. Esta simples mudança no jeito de ver as dificuldades me ajudou a mudar as minhas atitudes e, com isso, consegui impulsionar a minha vida para outros patamares. Até hoje continuo fazendo este exercício, ele me ajudou a criar soluções, a escalar o Everest e várias outras montanhas que surgiram na minha vida, algumas sem que eu escolhesse.

Compartilho com vocês uma dica de livro que me ajudou a mudar a minha postura de forma mais efetiva diante de desafios, o título dele é: AS VANTAGENS DAS ADVERSIDADES. Ele é uma prova fiel do nosso poder de reinvenção e da nossa infinita capacidade de superação. O cientista norte americano Paul Stoltz, por muitos anos estudou o QA – Quociente de Adversidade, termo que ele utiliza para indicar o quanto uma pessoa consegue lidar com as adversidades, ele se juntou ao Erik Weihenmayer para escrever este livro. O Erik escalou os Sete Cumes, o mesmo projeto que eu executei, só que tem um abismo entre os nossos feitos: o Erik é cego e além de escalar altas montanhas, ele ainda esquia.

Com este livro tomei consciência que quem tem um “porquê” sempre encontra um “como”. Não perco mais tempo reclamando, uso meu tempo e minhas energias construindo a vida que desejo.

Boa semana e até a próxima semana.