Rosier Alexandre: "Autenticidade e unicidade é sinal de nobreza"

QUAL O SEU EVEREST?

Rosier Alexandre: “Autenticidade e unicidade é sinal de nobreza”

Nós estamos mergulhados em um mundo de cópias. Tudo que fazemos alguém pode copiar, aprimorar e vender melhor

Por Tribuna do Ceará em Rosier Alexandre

3 de fevereiro de 2020 às 11:22

Há 4 meses

Nós estamos mergulhados em um mundo de cópias. Tudo que fazemos alguém pode copiar, aprimorar e vender melhor. Suspeito que alguém já me copiou, e eu, com certeza, já copiei muitas ideias. Em parte isso é positivo. As pessoas passam a ter mais referências e buscam se superar e este movimento gera competitividade e até inovação.

Mas não é saudável ter o foco voltado apenas a copiar pessoas e ideias. Nós precisamos ter autenticidade e buscar sermos únicos naquilo que fazemos. E o que gera autenticidade é o nosso jeito espontâneo de fazer as coisas acontecerem de acordo com nossos valores e cultura.

O inesquecível Frank Sinatra, em sua música My Way fala de autenticidade com muita profundidade quando diz:

“Eu vivi uma vida por inteiro. Eu viajei por cada e em todas as estradas. Mais, muito mais que isso, eu fiz do meu jeito. Arrependimentos, eu tive alguns, tão poucos para mencionar.”

Logo, não tente viver a vida de outras pessoas. Viva do seu jeito, mergulhe na sua história com autenticidade. Seja você mesmo sem filtros. Não se preocupe em agradar a todos, quem faz isso é político proselitista. O que você precisa ser é ético e justo, especialmente com a sua essência para evitar arrependimentos.

Permita-se viver a sua história com toda intensidade sem se preocupar com julgamentos. Escale o seu Everest, escreva o livro da sua vida, ande descalço, não deixe de tomar banho na chuva, cante no chuveiro e se quiser use aquela roupa que faz você se sentir o super herói que você curtia na infância.

O que te torna único não é a sua casa nem o seu trabalho, é a sua história! O que te torna único é o seu jeito de reagir diante da vida e tudo que ela te propõe. Portanto, viva a história que vai te dar orgulho de lembrar ou contar. Seja você mesmo na sua melhor versão e viva com toda plenitude. E se tiver arrependimentos, que seja pelo que fez e viveu e não pelo que deixou de fazer e viver.

Te desejo uma excelente semana com o meu abraço do tamanho do Everest.

Publicidade

Dê sua opinião

QUAL O SEU EVEREST?

Rosier Alexandre: “Autenticidade e unicidade é sinal de nobreza”

Nós estamos mergulhados em um mundo de cópias. Tudo que fazemos alguém pode copiar, aprimorar e vender melhor

Por Tribuna do Ceará em Rosier Alexandre

3 de fevereiro de 2020 às 11:22

Há 4 meses

Nós estamos mergulhados em um mundo de cópias. Tudo que fazemos alguém pode copiar, aprimorar e vender melhor. Suspeito que alguém já me copiou, e eu, com certeza, já copiei muitas ideias. Em parte isso é positivo. As pessoas passam a ter mais referências e buscam se superar e este movimento gera competitividade e até inovação.

Mas não é saudável ter o foco voltado apenas a copiar pessoas e ideias. Nós precisamos ter autenticidade e buscar sermos únicos naquilo que fazemos. E o que gera autenticidade é o nosso jeito espontâneo de fazer as coisas acontecerem de acordo com nossos valores e cultura.

O inesquecível Frank Sinatra, em sua música My Way fala de autenticidade com muita profundidade quando diz:

“Eu vivi uma vida por inteiro. Eu viajei por cada e em todas as estradas. Mais, muito mais que isso, eu fiz do meu jeito. Arrependimentos, eu tive alguns, tão poucos para mencionar.”

Logo, não tente viver a vida de outras pessoas. Viva do seu jeito, mergulhe na sua história com autenticidade. Seja você mesmo sem filtros. Não se preocupe em agradar a todos, quem faz isso é político proselitista. O que você precisa ser é ético e justo, especialmente com a sua essência para evitar arrependimentos.

Permita-se viver a sua história com toda intensidade sem se preocupar com julgamentos. Escale o seu Everest, escreva o livro da sua vida, ande descalço, não deixe de tomar banho na chuva, cante no chuveiro e se quiser use aquela roupa que faz você se sentir o super herói que você curtia na infância.

O que te torna único não é a sua casa nem o seu trabalho, é a sua história! O que te torna único é o seu jeito de reagir diante da vida e tudo que ela te propõe. Portanto, viva a história que vai te dar orgulho de lembrar ou contar. Seja você mesmo na sua melhor versão e viva com toda plenitude. E se tiver arrependimentos, que seja pelo que fez e viveu e não pelo que deixou de fazer e viver.

Te desejo uma excelente semana com o meu abraço do tamanho do Everest.