Rosier Alexandre: "Dinheiro? Não corra atrás dele"

QUAL O SEU EVEREST?

Rosier Alexandre: “Dinheiro? Não corra atrás dele”

O dinheiro não é bom nem mal, ele é uma ferramenta. E como tal, os seus efeitos dependem do que fazemos com ele

Por Tribuna do Ceará em Rosier Alexandre

18 de novembro de 2019 às 10:20

Há 3 semanas

Eu sei por experiência própria que dinheiro não é o pai da felicidade, mas que a falta dele gera fome, doenças, desgasta relacionamentos, afasta da educação, da saúde e do lazer. Acaba com a autoestima. Diante de tantos problemas causados pela falta de dinheiro, ainda tem gente que insiste em romantizar a pobreza. Não vejo nenhum ponto positivo na pobreza, ela é muito dolorosa.

Mas por outro lado, orientar uma vida colocando o dinheiro em primeiro lugar não é um bom caminho. O dinheiro não é bom nem mal, ele é uma ferramenta. E como tal, os seus efeitos dependem do que fazemos com ele.

Todo trabalho deve ser devidamente remunerado, mas quando um trabalhador realiza o seu ofício pensando na remuneração a ser recebida, dificilmente ele faz um trabalho extraordinário. Via de regra a qualidade tende a ser mediana ou inferior.

O dinheiro que recebemos é naturalmente consequência de uma entrega, de um trabalho realizado e quando este é feito verdadeiramente com zelo, entra para a categoria que se diz: “não tem preço” e neste caso a sua remuneração ganha proporção completamente diferente do convencional. Na música, nas artes e nos esportes é onde vemos isso aparecer com mais evidência, porém isso ocorre em todas as áreas incluindo indústria, comércio e serviços.

Nenhum gestor quer perder um profissional que é competente e faz seu trabalho com zelo. Pelo contrário, se dispõe a lhe remunerar de maneira diferenciada, porque estes profissionais fazem a diferenças na empresa, aumentam a produção e mantêm clientes mais satisfeitos.

Portanto, acredito que correr atrás de dinheiro é o caminho mais árduo a se trilhar, enquanto fazer um trabalho com zelo e dedicação é o melhor e mais seguro caminho para obter reconhecimento e uma boa remuneração.

Te desejo uma excelente semana com o meu abraço do tamanho do Everest!

Publicidade

Dê sua opinião

QUAL O SEU EVEREST?

Rosier Alexandre: “Dinheiro? Não corra atrás dele”

O dinheiro não é bom nem mal, ele é uma ferramenta. E como tal, os seus efeitos dependem do que fazemos com ele

Por Tribuna do Ceará em Rosier Alexandre

18 de novembro de 2019 às 10:20

Há 3 semanas

Eu sei por experiência própria que dinheiro não é o pai da felicidade, mas que a falta dele gera fome, doenças, desgasta relacionamentos, afasta da educação, da saúde e do lazer. Acaba com a autoestima. Diante de tantos problemas causados pela falta de dinheiro, ainda tem gente que insiste em romantizar a pobreza. Não vejo nenhum ponto positivo na pobreza, ela é muito dolorosa.

Mas por outro lado, orientar uma vida colocando o dinheiro em primeiro lugar não é um bom caminho. O dinheiro não é bom nem mal, ele é uma ferramenta. E como tal, os seus efeitos dependem do que fazemos com ele.

Todo trabalho deve ser devidamente remunerado, mas quando um trabalhador realiza o seu ofício pensando na remuneração a ser recebida, dificilmente ele faz um trabalho extraordinário. Via de regra a qualidade tende a ser mediana ou inferior.

O dinheiro que recebemos é naturalmente consequência de uma entrega, de um trabalho realizado e quando este é feito verdadeiramente com zelo, entra para a categoria que se diz: “não tem preço” e neste caso a sua remuneração ganha proporção completamente diferente do convencional. Na música, nas artes e nos esportes é onde vemos isso aparecer com mais evidência, porém isso ocorre em todas as áreas incluindo indústria, comércio e serviços.

Nenhum gestor quer perder um profissional que é competente e faz seu trabalho com zelo. Pelo contrário, se dispõe a lhe remunerar de maneira diferenciada, porque estes profissionais fazem a diferenças na empresa, aumentam a produção e mantêm clientes mais satisfeitos.

Portanto, acredito que correr atrás de dinheiro é o caminho mais árduo a se trilhar, enquanto fazer um trabalho com zelo e dedicação é o melhor e mais seguro caminho para obter reconhecimento e uma boa remuneração.

Te desejo uma excelente semana com o meu abraço do tamanho do Everest!