Conheça casos de pessoas inocentes que foram presas injustamente

ESPECIAL DO BARRA PESADA

Conheça casos de pessoas inocentes que foram presas injustamente no Ceará

O Barra Pesada discute o assunto e mostra o caso de uma mãe que viu o filho entrar em depressão dentro do presídio

Por TV Jangadeiro em Barra Pesada

12 de agosto de 2019 às 07:00

Há 2 semanas

Imagine ser preso ou ter algum ente querido detido por acusação de um crime que não cometeu. Deve ser doloroso o drama de pessoas injustiçadas, que foram obrigadas a ficar longe da família e da sociedade, por algo que elas têm a plena certeza de que não cometeram.

Por isso vale a reflexão: e se existisse pena de morte no Brasil? Como teria ficado a situação de pessoas como o borracheiro Antônio Cláudio Barbosa de Castro, que passou cinco anos preso por estupro de forma injusta?

O Barra Pesada discute o assunto e mostra o caso de uma mãe que viu o filho entrar em depressão dentro do presídio.

Confira todos os detalhes na matéria do Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT:

Publicidade

Dê sua opinião

ESPECIAL DO BARRA PESADA

Conheça casos de pessoas inocentes que foram presas injustamente no Ceará

O Barra Pesada discute o assunto e mostra o caso de uma mãe que viu o filho entrar em depressão dentro do presídio

Por TV Jangadeiro em Barra Pesada

12 de agosto de 2019 às 07:00

Há 2 semanas

Imagine ser preso ou ter algum ente querido detido por acusação de um crime que não cometeu. Deve ser doloroso o drama de pessoas injustiçadas, que foram obrigadas a ficar longe da família e da sociedade, por algo que elas têm a plena certeza de que não cometeram.

Por isso vale a reflexão: e se existisse pena de morte no Brasil? Como teria ficado a situação de pessoas como o borracheiro Antônio Cláudio Barbosa de Castro, que passou cinco anos preso por estupro de forma injusta?

O Barra Pesada discute o assunto e mostra o caso de uma mãe que viu o filho entrar em depressão dentro do presídio.

Confira todos os detalhes na matéria do Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT: