Cadeiras quebradas da Arena Castelão geram prejuízo de quase R$ 4 milhões

VALOR ALTO

Cadeiras quebradas da Arena Castelão geram prejuízo de quase R$ 4 milhões

O dinheiro para repor os assentos daria para construir uma Areninha e ainda sobrava recurso para comprar mais de 3.000 bolas de futebol

Por TV Jangadeiro em Jornal Jangadeiro

8 de julho de 2019 às 15:36

Há 9 meses

Quase nove mil cadeiras da Arena Castelão foram quebradas entre 2015 e 2018 (FOTO: TV Jangadeiro)

Quase nove mil cadeiras da Arena Castelão foram quebradas entre 2015 e 2018. O prejuízo soma mais de R$ 2,7 milhões. O Ministério Público recomendou à Secretaria de Esporte do Estado que seja feita a reposição desses assentos com urgência.

Depois da modernização para a Copa do Mundo de 2014, no Brasil, o Castelão passou a ter capacidade para 63.903 pessoas. Mas somente 87% desse total estaria em condições de ser ocupado atualmente. É que uma em cada oito cadeiras da arena foi quebrada entre 2015 e 2018, durante brigas de torcidas e outros atos de vandalismo. No total, foram perdidos 8.478 assentos.

O contrato com a empresa que administrava o equipamento foi encerrado em dezembro do ano passado e, agora, o Ministério Público cobra do Estado o reparo dos danos. A recomendação feita na semana passada pelo Núcleo do Desporto e Defesa do Torcedor estabelece reposição imediata das cadeiras num prazo de 90 dias.

Cada assento custava em média R$ 320 à época da compra. Considerando esse valor, sem atualização de preço, o dano seria hoje superior a R$ 2,7 milhões.

Daria para construir uma Areninha como a inaugurada no início do ano na Vila Betânia, que custou R$ 1 milhão e 800 mil. O prejuízo também seria suficiente para investir quase R$ 1 milhão em material esportivo. Quase 3.300 bolas iguais à famosa Asa Branca, da Copa do Nordeste deste ano. Cada um dos 184 municípios do Ceará poderia receber mais de quinze bolas.

Atualização do valor

O prejuízo seria de R$ 2,7 milhões, considerando o valor da época em que foram comprados os assentos, mas o dano hoje é maior ainda. Segundo a Secretaria do Esporte, R$ 3,8 milhões, quase R$ 4 milhões. A compra deve ser feita de forma gradual.

Confira mais na reportagem de Larissa Wenya para o Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT:

Cadeiras quebradas da Arena Castelão geram prejuízo de R$ 4 milhões

Cadeiras quebradas da Arena Castelão geram prejuízo de R$ 4 milhões. O prejuízo seria de R$ 2 milhões e 700 mil, considerando o valor da época em que foram comprados os assentos, mas o dano hoje é maior ainda. Segundo a Secretaria do Esporte, R$ 3 milhões e 800 mil, quase R$ 4 milhões. A compra deve ser feita de forma gradual. #JornalJangadeiro

Posted by TV Jangadeiro on Monday, July 8, 2019

Publicidade

Dê sua opinião

VALOR ALTO

Cadeiras quebradas da Arena Castelão geram prejuízo de quase R$ 4 milhões

O dinheiro para repor os assentos daria para construir uma Areninha e ainda sobrava recurso para comprar mais de 3.000 bolas de futebol

Por TV Jangadeiro em Jornal Jangadeiro

8 de julho de 2019 às 15:36

Há 9 meses

Quase nove mil cadeiras da Arena Castelão foram quebradas entre 2015 e 2018 (FOTO: TV Jangadeiro)

Quase nove mil cadeiras da Arena Castelão foram quebradas entre 2015 e 2018. O prejuízo soma mais de R$ 2,7 milhões. O Ministério Público recomendou à Secretaria de Esporte do Estado que seja feita a reposição desses assentos com urgência.

Depois da modernização para a Copa do Mundo de 2014, no Brasil, o Castelão passou a ter capacidade para 63.903 pessoas. Mas somente 87% desse total estaria em condições de ser ocupado atualmente. É que uma em cada oito cadeiras da arena foi quebrada entre 2015 e 2018, durante brigas de torcidas e outros atos de vandalismo. No total, foram perdidos 8.478 assentos.

O contrato com a empresa que administrava o equipamento foi encerrado em dezembro do ano passado e, agora, o Ministério Público cobra do Estado o reparo dos danos. A recomendação feita na semana passada pelo Núcleo do Desporto e Defesa do Torcedor estabelece reposição imediata das cadeiras num prazo de 90 dias.

Cada assento custava em média R$ 320 à época da compra. Considerando esse valor, sem atualização de preço, o dano seria hoje superior a R$ 2,7 milhões.

Daria para construir uma Areninha como a inaugurada no início do ano na Vila Betânia, que custou R$ 1 milhão e 800 mil. O prejuízo também seria suficiente para investir quase R$ 1 milhão em material esportivo. Quase 3.300 bolas iguais à famosa Asa Branca, da Copa do Nordeste deste ano. Cada um dos 184 municípios do Ceará poderia receber mais de quinze bolas.

Atualização do valor

O prejuízo seria de R$ 2,7 milhões, considerando o valor da época em que foram comprados os assentos, mas o dano hoje é maior ainda. Segundo a Secretaria do Esporte, R$ 3,8 milhões, quase R$ 4 milhões. A compra deve ser feita de forma gradual.

Confira mais na reportagem de Larissa Wenya para o Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT:

Cadeiras quebradas da Arena Castelão geram prejuízo de R$ 4 milhões

Cadeiras quebradas da Arena Castelão geram prejuízo de R$ 4 milhões. O prejuízo seria de R$ 2 milhões e 700 mil, considerando o valor da época em que foram comprados os assentos, mas o dano hoje é maior ainda. Segundo a Secretaria do Esporte, R$ 3 milhões e 800 mil, quase R$ 4 milhões. A compra deve ser feita de forma gradual. #JornalJangadeiro

Posted by TV Jangadeiro on Monday, July 8, 2019