Moradores de Uruburetama comemoram afastamento de prefeito

ABUSO SEXUAL

Moradores de Uruburetama comemoram afastamento de prefeito: “saiu tarde”

O prefeito afastado é acusado de praticar abusos sexuais. A presidente da Câmara de Vereadores, Maria Stela, se emocionou ao abrir a sessão e pediu perdão. “Não tem como não me comover”

Por TV Jangadeiro em Jornal Jangadeiro

16 de julho de 2019 às 14:55

Há 5 meses
Desde 1986, o prefeito vinha sendo denunciado pelo mesmo crime (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Desde 1986, o prefeito vinha sendo denunciado pelo mesmo crime (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Os moradores de Uruburetama, no interior do Ceará, comemoraram a decisão da Câmara Municipal em afastar o prefeito José Hilson de Paiva, por 90 dias. A decisão foi aprovada por unanimidade pelos vereadores, depois que o chefe do executivo e médico foi denunciado por abusar de pacientes durante atendimento ginecológico. O vice-prefeito, Artur Nere (PCdoB), foi empossado na manhã desta terça-feira (16).

Trinta pessoas puderam assistir à sessão extraordinária realizada na segunda-feira. Por unanimidade, 10 vereadores, sendo oito titulares e dois suplentes, aceitaram a denúncia e votaram a favor do afastamento do prefeito. Ao ser notificado, José Hilson terá o prazo de 10 dias para apresentar a defesa.

Leia também:
O que se sabe sobre o caso do prefeito que gravava vídeos de abusos sexuais em consultas? Veja resumo

“Ele vai ser ouvido, as testemunhas serão ouvidas, as provas serão trazidas aos autos. E, ao final do processo, a Comissão vai dar um parecer pela cassação ou absolvição”, explicou o assessor jurídico da Câmara, Tiago Abreu.

Do lado de fora, a população comemorou a decisão. “Saiu tarde demais, era pra ter saído na primeira vez”. A presidente da Câmara de Vereadores, Maria Stela, se emocionou ao abrir a sessão e pediu perdão. “Não tem como não me comover. Peço perdão ao povo de Uruburetama”.

O caso

Tudo aconteceu após a divulgação de novos vídeos em que o prefeito, que também é médico, abusa sexualmente de pacientes durantes consultas ginecológicas em clínicas particulares e hospitais nas cidades de Uruburetama e Cruz. Foram vários vídeos gravados pelo próprio gestor, sem consentimento das vítimas. Na maioria deles, as mulheres estão nuas. As imagens chocam pela frieza.

Desde 1986, o prefeito vinha sendo denunciado pelo mesmo crime. No ano passado, o Jornal Jangadeiro mostrou vídeos e relatos de mulheres que foram vítimas do médico. Pelo menos quatro entraram na Justiça; mas, no decorrer do processo, voltaram atrás e o caso foi arquivado. À época, elas foram denunciadas pelo gestor por calúnia e difamação.

Três pediram desculpas para evitar serem processadas, mas uma comerciante – que não quis se identificar – não recuou e voltou à delegacia em busca de justiça. “Ele é um estuprador, cheguei a denunciar, fui levada como mentirosa. Mas, graças a Deus agora, a Justiça será feita”, disse.

A delegada Rogéria Sousa já instaurou inquérito para apurar as novas denúncias contra José Hilson.

Confira todos os detalhes na reportagem do Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT:

Publicidade

Dê sua opinião

ABUSO SEXUAL

Moradores de Uruburetama comemoram afastamento de prefeito: “saiu tarde”

O prefeito afastado é acusado de praticar abusos sexuais. A presidente da Câmara de Vereadores, Maria Stela, se emocionou ao abrir a sessão e pediu perdão. “Não tem como não me comover”

Por TV Jangadeiro em Jornal Jangadeiro

16 de julho de 2019 às 14:55

Há 5 meses
Desde 1986, o prefeito vinha sendo denunciado pelo mesmo crime (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Desde 1986, o prefeito vinha sendo denunciado pelo mesmo crime (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Os moradores de Uruburetama, no interior do Ceará, comemoraram a decisão da Câmara Municipal em afastar o prefeito José Hilson de Paiva, por 90 dias. A decisão foi aprovada por unanimidade pelos vereadores, depois que o chefe do executivo e médico foi denunciado por abusar de pacientes durante atendimento ginecológico. O vice-prefeito, Artur Nere (PCdoB), foi empossado na manhã desta terça-feira (16).

Trinta pessoas puderam assistir à sessão extraordinária realizada na segunda-feira. Por unanimidade, 10 vereadores, sendo oito titulares e dois suplentes, aceitaram a denúncia e votaram a favor do afastamento do prefeito. Ao ser notificado, José Hilson terá o prazo de 10 dias para apresentar a defesa.

Leia também:
O que se sabe sobre o caso do prefeito que gravava vídeos de abusos sexuais em consultas? Veja resumo

“Ele vai ser ouvido, as testemunhas serão ouvidas, as provas serão trazidas aos autos. E, ao final do processo, a Comissão vai dar um parecer pela cassação ou absolvição”, explicou o assessor jurídico da Câmara, Tiago Abreu.

Do lado de fora, a população comemorou a decisão. “Saiu tarde demais, era pra ter saído na primeira vez”. A presidente da Câmara de Vereadores, Maria Stela, se emocionou ao abrir a sessão e pediu perdão. “Não tem como não me comover. Peço perdão ao povo de Uruburetama”.

O caso

Tudo aconteceu após a divulgação de novos vídeos em que o prefeito, que também é médico, abusa sexualmente de pacientes durantes consultas ginecológicas em clínicas particulares e hospitais nas cidades de Uruburetama e Cruz. Foram vários vídeos gravados pelo próprio gestor, sem consentimento das vítimas. Na maioria deles, as mulheres estão nuas. As imagens chocam pela frieza.

Desde 1986, o prefeito vinha sendo denunciado pelo mesmo crime. No ano passado, o Jornal Jangadeiro mostrou vídeos e relatos de mulheres que foram vítimas do médico. Pelo menos quatro entraram na Justiça; mas, no decorrer do processo, voltaram atrás e o caso foi arquivado. À época, elas foram denunciadas pelo gestor por calúnia e difamação.

Três pediram desculpas para evitar serem processadas, mas uma comerciante – que não quis se identificar – não recuou e voltou à delegacia em busca de justiça. “Ele é um estuprador, cheguei a denunciar, fui levada como mentirosa. Mas, graças a Deus agora, a Justiça será feita”, disse.

A delegada Rogéria Sousa já instaurou inquérito para apurar as novas denúncias contra José Hilson.

Confira todos os detalhes na reportagem do Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT: