No Ceará, uma vítima menor de idade é estuprada a cada 6 horas e meia

AUMENTO DE DENÚNCIAS

No Ceará, uma vítima menor de idade é estuprada a cada 6 horas e meia

Foram 3.545 casos registrados no estado entre os anos de 2017 e 2018. Os dados são da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social

Por TV Jangadeiro em Jornal Jangadeiro

30 de julho de 2019 às 15:38

Há 3 meses

Dados da Secretaria de Segurança apontam que, entre os anos de 2017 e 2018, foram 3.545 casos de estupros no Ceará. Entre as vítimas, 2.806 eram menores de 17 anos. Elas representam 79% de todos os casos registrados. Ou seja, a casa seis horas e meia, uma vítima, menor de idade, é estuprada no Estado.

Apenas nos meses de junho e julho desse ano, a TV Jangadeiro mostrou dez casos no estado. Um deles, do militar da Aeronáutica que estuprava as filhas de 12 anos. A denúncia foi feita pelo irmão mais velho das vítimas, que encontrou fotos das crianças sem roupas no computador. O crime de estupro tem pena que varia entre seis e dez anos de detenção. A pena é maior para casos de estupro de vulnerável.

A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social informou que o crescimento desse tipo de caso se dá porque as denúncias aumentaram. Ainda de acordo com o órgão, existe um trabalho de inteligência para combater casos de violência sexual, além de um serviço de acompanhamento das vítimas. A orientação é sempre realizar um boletim de ocorrência. As denúncias podem ser feitas através do Disque 100 ou 181.

Confira todos os detalhes na reportagem do Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT:

Publicidade

Dê sua opinião

AUMENTO DE DENÚNCIAS

No Ceará, uma vítima menor de idade é estuprada a cada 6 horas e meia

Foram 3.545 casos registrados no estado entre os anos de 2017 e 2018. Os dados são da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social

Por TV Jangadeiro em Jornal Jangadeiro

30 de julho de 2019 às 15:38

Há 3 meses

Dados da Secretaria de Segurança apontam que, entre os anos de 2017 e 2018, foram 3.545 casos de estupros no Ceará. Entre as vítimas, 2.806 eram menores de 17 anos. Elas representam 79% de todos os casos registrados. Ou seja, a casa seis horas e meia, uma vítima, menor de idade, é estuprada no Estado.

Apenas nos meses de junho e julho desse ano, a TV Jangadeiro mostrou dez casos no estado. Um deles, do militar da Aeronáutica que estuprava as filhas de 12 anos. A denúncia foi feita pelo irmão mais velho das vítimas, que encontrou fotos das crianças sem roupas no computador. O crime de estupro tem pena que varia entre seis e dez anos de detenção. A pena é maior para casos de estupro de vulnerável.

A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social informou que o crescimento desse tipo de caso se dá porque as denúncias aumentaram. Ainda de acordo com o órgão, existe um trabalho de inteligência para combater casos de violência sexual, além de um serviço de acompanhamento das vítimas. A orientação é sempre realizar um boletim de ocorrência. As denúncias podem ser feitas através do Disque 100 ou 181.

Confira todos os detalhes na reportagem do Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT: