Obra da Linha Leste do Metrô retomada ano passado continua em fase preparatória

MOBILIDADE URBANA

Obra da Linha Leste do Metrô retomada ano passado continua em fase preparatória

O primeiro contrato para foi assinado em outubro de 2013 e previa a conclusão dos trabalhos em cinco anos. Mas o prazo passou, e quase nada foi feito por problemas com o consórcio responsável pelo serviço

Por TV Jangadeiro em Jornal Jangadeiro

1 de maio de 2019 às 07:00

Há 1 ano
(FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

O novo orçamento é de R$ 1 bilhão e 400 milhões (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

A obra da Linha Leste do Metrô de Fortaleza foi retomada ano passado. O primeiro contrato para foi assinado em outubro de 2013 e previa a conclusão dos trabalhos em cinco anos.

Mas o prazo passou, e quase nada foi feito por problemas com o consórcio responsável pelo serviço. Uma nova licitação foi realizada após mudanças no projeto, e as obras foram retomadas em novembro do ano passado.

O novo contrato tem previsão de 48 meses para finalizar a obra; 10% desse prazo já se passaram e, até agora, os trabalhos encontram-se em fase preparatória. A construção do shaft, que é a área por onde as máquinas tuneladoras entram para realizar as escavações, foi concluída, após anos parada. Atualmente, cerca de 300 operários trabalham na fabricação de peças de sustentação e na montagem das tuneladoras dentro do shaft, alem da construção da Estação Chico da Silva, que vai ser interligada à estação já existente na Linha Sul.

O novo orçamento é de R$ 1 bilhão e 400 milhões. Os primeiros pagamentos para o consórcio devem começar este mês.

Com a alteração do projeto, a linha foi encurtada: vai do Centro apenas até o Terminal do Papicu, e não mais até o Bairro Edson Queiroz. O número de estações também foi reduzido para cinco: uma de superfície no Moura Brasil e quatro subterrâneas no Centro, em frente ao Colégio Militar, na Rua Nunes Valente e no Terminal do Papicu, onde é possível fazer integração com o VLT Parangaba-Mucuripe. A linha promete capacidade para transportar até 150 mil passageiros por dia.

Confira todos os detalhes no Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT:

Publicidade

Dê sua opinião

MOBILIDADE URBANA

Obra da Linha Leste do Metrô retomada ano passado continua em fase preparatória

O primeiro contrato para foi assinado em outubro de 2013 e previa a conclusão dos trabalhos em cinco anos. Mas o prazo passou, e quase nada foi feito por problemas com o consórcio responsável pelo serviço

Por TV Jangadeiro em Jornal Jangadeiro

1 de maio de 2019 às 07:00

Há 1 ano
(FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

O novo orçamento é de R$ 1 bilhão e 400 milhões (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

A obra da Linha Leste do Metrô de Fortaleza foi retomada ano passado. O primeiro contrato para foi assinado em outubro de 2013 e previa a conclusão dos trabalhos em cinco anos.

Mas o prazo passou, e quase nada foi feito por problemas com o consórcio responsável pelo serviço. Uma nova licitação foi realizada após mudanças no projeto, e as obras foram retomadas em novembro do ano passado.

O novo contrato tem previsão de 48 meses para finalizar a obra; 10% desse prazo já se passaram e, até agora, os trabalhos encontram-se em fase preparatória. A construção do shaft, que é a área por onde as máquinas tuneladoras entram para realizar as escavações, foi concluída, após anos parada. Atualmente, cerca de 300 operários trabalham na fabricação de peças de sustentação e na montagem das tuneladoras dentro do shaft, alem da construção da Estação Chico da Silva, que vai ser interligada à estação já existente na Linha Sul.

O novo orçamento é de R$ 1 bilhão e 400 milhões. Os primeiros pagamentos para o consórcio devem começar este mês.

Com a alteração do projeto, a linha foi encurtada: vai do Centro apenas até o Terminal do Papicu, e não mais até o Bairro Edson Queiroz. O número de estações também foi reduzido para cinco: uma de superfície no Moura Brasil e quatro subterrâneas no Centro, em frente ao Colégio Militar, na Rua Nunes Valente e no Terminal do Papicu, onde é possível fazer integração com o VLT Parangaba-Mucuripe. A linha promete capacidade para transportar até 150 mil passageiros por dia.

Confira todos os detalhes no Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT: