Pacientes com câncer de mama podem reparar 2 seios na mesma cirurgia

MAIS CONFORTO

Pacientes com câncer de mama já podem passar por reparos em dois seios na mesma cirurgia

Quando houver condições clínicas, a reconstrução das mamas poderá ser realizada na mesma operação de retirada do tumor

Por TV Jangadeiro em Jornal Jangadeiro

11 de julho de 2019 às 07:00

Há 1 semana

Para as mulheres atendidas pelo SUS, o direito de reconstrução imediata se restringia à mama que continha o tumor, retirada parcial ou totalmente (FOTO: TV Jangadeiro)

Uma nova medida pode trazer certo conforto às pacientes com câncer de mama. Já está valendo a lei que assegura cirurgia reparadora nas duas mamas, tanto pelo Sistema Único de Saúde (SUS) quanto pelos planos de saúde.

A lei está em vigor desde junho e determina que, quando houver condições clínicas, a reconstrução seja realizada na mesma cirurgia de retirada do tumor. Quando não, a paciente deve ser acompanhada até que possa fazer a cirurgia reconstrutiva em um outro momento.

Emanuelle Albuquerque é jovem, não tem histórico de câncer de mama na família, e mesmo assim, foi diagnosticada com a doença no início do ano passado. Depois do tratamento, ela precisava remover parte de um dos seios, mas optou por retirar os dois de uma vez.

A administradora decidiu pela mastectomia bilateral por causa da agressividade da doença. Segundo ela, a intenção era a de se prevenir. Na mesma ocasião foram implantadas próteses para reconstruir as mamas. A cirurgia, realizada em setembro do ano passado, foi feita pelo plano de saúde de Emanuelle.

Para as mulheres atendidas pelo SUS, até pouco tempo, o direito de reconstrução imediata se restringia à mama que continha o tumor, retirada parcial ou totalmente. A situação só mudou com a chegada da nova lei.

Por dia, são realizadas, em média, quatro cirurgias de mama, no Instituto do Câncer do Ceará (ICC). O hospital já fazia a cirurgia de simetria das duas mamas como parte do tratamento antes mesmo da aprovação da lei.

Confira mais na reportagem de Larissa Wenya para o Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT:

Pacientes com câncer de mama já podem passar por reparos em dois seios na mesma cirurgia

Lei permite que pacientes com câncer de mama passem por reparos em dois seios na mesma cirurgia. A medida está em vigor desde junho e determina que quando houver condições clínicas, a reconstrução seja realizada na mesma cirurgia de retirada do tumor. Quando não, a paciente deve ser acompanhada até que possa fazer a cirurgia reconstrutiva em um outro momento. #JornalJangadeiro

Posted by TV Jangadeiro on Wednesday, July 10, 2019

Publicidade

Dê sua opinião

MAIS CONFORTO

Pacientes com câncer de mama já podem passar por reparos em dois seios na mesma cirurgia

Quando houver condições clínicas, a reconstrução das mamas poderá ser realizada na mesma operação de retirada do tumor

Por TV Jangadeiro em Jornal Jangadeiro

11 de julho de 2019 às 07:00

Há 1 semana

Para as mulheres atendidas pelo SUS, o direito de reconstrução imediata se restringia à mama que continha o tumor, retirada parcial ou totalmente (FOTO: TV Jangadeiro)

Uma nova medida pode trazer certo conforto às pacientes com câncer de mama. Já está valendo a lei que assegura cirurgia reparadora nas duas mamas, tanto pelo Sistema Único de Saúde (SUS) quanto pelos planos de saúde.

A lei está em vigor desde junho e determina que, quando houver condições clínicas, a reconstrução seja realizada na mesma cirurgia de retirada do tumor. Quando não, a paciente deve ser acompanhada até que possa fazer a cirurgia reconstrutiva em um outro momento.

Emanuelle Albuquerque é jovem, não tem histórico de câncer de mama na família, e mesmo assim, foi diagnosticada com a doença no início do ano passado. Depois do tratamento, ela precisava remover parte de um dos seios, mas optou por retirar os dois de uma vez.

A administradora decidiu pela mastectomia bilateral por causa da agressividade da doença. Segundo ela, a intenção era a de se prevenir. Na mesma ocasião foram implantadas próteses para reconstruir as mamas. A cirurgia, realizada em setembro do ano passado, foi feita pelo plano de saúde de Emanuelle.

Para as mulheres atendidas pelo SUS, até pouco tempo, o direito de reconstrução imediata se restringia à mama que continha o tumor, retirada parcial ou totalmente. A situação só mudou com a chegada da nova lei.

Por dia, são realizadas, em média, quatro cirurgias de mama, no Instituto do Câncer do Ceará (ICC). O hospital já fazia a cirurgia de simetria das duas mamas como parte do tratamento antes mesmo da aprovação da lei.

Confira mais na reportagem de Larissa Wenya para o Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT:

Pacientes com câncer de mama já podem passar por reparos em dois seios na mesma cirurgia

Lei permite que pacientes com câncer de mama passem por reparos em dois seios na mesma cirurgia. A medida está em vigor desde junho e determina que quando houver condições clínicas, a reconstrução seja realizada na mesma cirurgia de retirada do tumor. Quando não, a paciente deve ser acompanhada até que possa fazer a cirurgia reconstrutiva em um outro momento. #JornalJangadeiro

Posted by TV Jangadeiro on Wednesday, July 10, 2019