Veja como agiam falsos médicos que atendiam em unidades de saúde em Baturité

TRÊS PRESOS

Veja como agiam falsos médicos que atendiam em unidades de saúde em Baturité

Dez pessoas estão sendo investigadas na operação “Filhos de Hipócrates”, deflagrada na sexta-feira (10), pela Delegacia Regional de Baturité. Três pessoas estão presas

Por TV Jangadeiro em Jornal Jangadeiro

17 de janeiro de 2020 às 14:44

Há 1 mês
(FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Ramon, um dos presos, confessou realizar plantões médicos em uma unidade de pronto atendimento de Baturité por 7 vezes (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Nesta sexta-feira (17), completa uma semana da operação que investiga um grupo de falsos médicos no Ceará. A TV Jangadeiro mostrou detalhes inéditos de um ponto da investigação – um idoso morreu durante um plantão de um falso médico e o caso é tratado pela Polícia Civil como homicídio.

Dez pessoas estão sendo investigadas na operação “Filhos de Hipócrates”, deflagrada na última sexta-feira (10), pela a Delegacia Regional de Baturité. Três pessoas estão presas: o enfermeiro Juliermes Costa de Oliveira, o estudante de Medicina Ramon Bezerra Mesquita e o médico Antônio Bruno Lacerda Cavalcante.

Ramon confessou realizar plantões médicos em uma unidade de pronto atendimento de Baturité por 7 vezes. Na mesma unidade Juliermes atuou em um plantão em setembro passado. Por ordem da Justiça, o então diretor clínico da UMPA, Pedro Igor Carvalho Bandeira, foi afastado das funções durante a operação Filhos de Hipócrates.

A Polícia Civil investiga, em um outro inquérito, as circunstâncias da morte de um idoso de 80 anos que deu entrada na Unidade Municipal de Pronto Atendimento de Baturité com quadro possíveis problemas cardíacos. Ele foi atendido por um homem que trabalhava como médico no plantão, mas, de acordo com depoimento de testemunhas, o suposto profissional não era a mesma pessoa que constava no registro do Conselho de Medicina com o número apresentado por ele.

Confira a reportagem completa do Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT:

O Jornal Jangadeiro é exibido na TV Jangadeiro/SBT de segunda a sexta, a partir das 11h40 e às 19h15

A TV Jangadeiro procurou o médico que teve o nome e o registro profissional utilizados nesse caso. Ele preferiu não gravar entrevista, mas disse que deixava a cargo da justiça resolver essa situação e punir os envolvidos.

Publicidade

Dê sua opinião

TRÊS PRESOS

Veja como agiam falsos médicos que atendiam em unidades de saúde em Baturité

Dez pessoas estão sendo investigadas na operação “Filhos de Hipócrates”, deflagrada na sexta-feira (10), pela Delegacia Regional de Baturité. Três pessoas estão presas

Por TV Jangadeiro em Jornal Jangadeiro

17 de janeiro de 2020 às 14:44

Há 1 mês
(FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Ramon, um dos presos, confessou realizar plantões médicos em uma unidade de pronto atendimento de Baturité por 7 vezes (FOTO: Reprodução/TV Jangadeiro)

Nesta sexta-feira (17), completa uma semana da operação que investiga um grupo de falsos médicos no Ceará. A TV Jangadeiro mostrou detalhes inéditos de um ponto da investigação – um idoso morreu durante um plantão de um falso médico e o caso é tratado pela Polícia Civil como homicídio.

Dez pessoas estão sendo investigadas na operação “Filhos de Hipócrates”, deflagrada na última sexta-feira (10), pela a Delegacia Regional de Baturité. Três pessoas estão presas: o enfermeiro Juliermes Costa de Oliveira, o estudante de Medicina Ramon Bezerra Mesquita e o médico Antônio Bruno Lacerda Cavalcante.

Ramon confessou realizar plantões médicos em uma unidade de pronto atendimento de Baturité por 7 vezes. Na mesma unidade Juliermes atuou em um plantão em setembro passado. Por ordem da Justiça, o então diretor clínico da UMPA, Pedro Igor Carvalho Bandeira, foi afastado das funções durante a operação Filhos de Hipócrates.

A Polícia Civil investiga, em um outro inquérito, as circunstâncias da morte de um idoso de 80 anos que deu entrada na Unidade Municipal de Pronto Atendimento de Baturité com quadro possíveis problemas cardíacos. Ele foi atendido por um homem que trabalhava como médico no plantão, mas, de acordo com depoimento de testemunhas, o suposto profissional não era a mesma pessoa que constava no registro do Conselho de Medicina com o número apresentado por ele.

Confira a reportagem completa do Jornal Jangadeiro, da TV Jangadeiro/SBT:

O Jornal Jangadeiro é exibido na TV Jangadeiro/SBT de segunda a sexta, a partir das 11h40 e às 19h15

A TV Jangadeiro procurou o médico que teve o nome e o registro profissional utilizados nesse caso. Ele preferiu não gravar entrevista, mas disse que deixava a cargo da justiça resolver essa situação e punir os envolvidos.